Dr. Sérgio Delort expõe o estigma e preconceito ao vitiligo


Dr. Sérgio Delort expõe o estigma e preconceito ao vitiligo

Câmara aprovou projeto que institui a semana de conscientização e orientação sobre a doença  

Durante a 93ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Araraquara, realizada na terça-feira (30), subiu à Tribuna Popular o médico e dermatologista Sérgio Derlot, credenciado pela Associação Paulista de Medicina (APM). Em sua fala, o profissional explanou sobre a importância de incluir no calendário oficial do município a Semana do Vitiligo. A doença autoimune, conhecida por causar a perda de coloração da pele, atinge cerca de 2% da população araraquarense.

Derlot alertou da necessidade de conscientização sobre a enfermidade de modo a assegurar maior qualidade de vida aos pacientes. “O vitiligo não é uma doença transmitida pelo contato, porém, por causa do preconceito, muitas pacientes passam por situações constrangedoras. Às vezes, as pessoas evitam apertar a mão e até permanecer no mesmo espaço em que estão acometidos pelo vitiligo”, explicou.

A temática também entrou na ordem do dia da sessão, os vereadores aprovaram o Projeto, de autoria do vereador José Carlos Porsani (PSDB), que institui a "Semana Municipal de Conscientização e Orientação sobre o Vitiligo”. (http://www.camara-arq.sp.gov.br/Siave/Documentos/Documento/205829). Para o parlamentar, a aprovação da propositura possibilita que a informação substitua o preconceito. “A existência dessa semana fomenta a criação de campanhas de conscientização sobre a doença e, consequentemente, a redução do estigma”, concluiu.