Maria Helena de Moura Neves será homenageada


Maria Helena de Moura Neves será homenageada

Professora e Doutora das Letras recebe diploma de patrimônio emérito cultural araraquarense na Câmara Municipal de Araraquara, sexta-feira (8)

Maria Helena Moura

Nesta sexta-feira, em 8 de março de 2019, a partir das 19 horas, será realizada a solenidade de entrega da honraria, ‘Diploma de Patrimônio Emérito Cultural Araraquarense’, para a professora e doutora das Letras, Maria Helena de Moura Neves.

Instituída pela Associação de Bueno de Andrada para Cultura e Turismo Rural (ABATur), a honraria tem por objetivo agraciar pessoas naturais que se destacam, no âmbito do município ou fora dele, nas atividades políticas ou sociais de produção artístico-cultural que contribuem para o enaltecimento e a elevação do nome do Município de Araraquara.

Anualmente, se comemora o ‘Dia Municipal do Patrimônio Emérito Araraquarense’, instituído por meio da Lei Municipal nº 9.189 de 2018, de autoria do vereador José Luiz Gilliotti dos Santos (Zé Luiz), quando personalidades naturais de Araraquara são homenageadas em vida. Em 2018, o artista das tintas, Ernesto Lia, foi o primeiro grandioso homenageado.

Natural de Araraquara, a professora Maria Helena de Moura Neves é doutora em Letras Clássicas (Grego) pela Universidade de São Paulo (USP), livre-docente em Língua Portuguesa e professora emérita pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). É pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e docente da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da UNESP. Desenvolve trabalhos sobre a gramática de usos do português, texto e gramática, história da gramática, descrição da língua portuguesa e funcionalismo.

Consultado para indicação ao diploma, o laureado escritor Ignácio de Loyola Brandão, faz coro para que a professora reconhecida pela sociedade araraquarense se torne imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) pelo conjunto de sua obra, em se tratando de uma instituição cultural inaugurada em 20 de julho de 1897 e sediada no Rio de Janeiro, cujo objetivo é o cultivo da língua e da literatura nacionais. Compõe-se a ABL de 40 membros efetivos e perpétuos, e 20 sócios correspondentes estrangeiros. O discurso do primeiro presidente, Machado de Assis, fica disponível no site http://www.academia.org.br/.

“Nossa homenageada nessa segunda edição do cerimonial, possui um extenso currículo de quem percorre o mundo das Letras como perseverante buscadora de soluções para a preservação da essência da cultura brasileira pelo ensino e a aprendizagem da língua portuguesa. Autora de diversas publicações materializa o ensino da gramática destacando o município de Araraquara no cenário nacional e internacional da linguística”, declara, Théo Bratfisch, diretor e fundador da Associação de Bueno de Andrada para Cultura e Turismo Rural (ABATur). A Câmara Municipal de Araraquara se manifesta honrada pela celebração.

O acesso é livre à quem se interessar prestigiar o evento, que será transmitido ao vivo pela TV Câmara no Canal Legislativo e no Youtube pelo facebook da Câmara Municipal de Araraquara.