Casa abandonada causa preocupação no Cambuy


Casa abandonada causa preocupação no Cambuy

Pastor Raimundo Bezerra solicitará providências ao Executivo

Abandono 02

Na Avenida Miguel Mucio, quase esquina com a Rua Julieta Crusca de Jesus, no Residencial Cambuy, as ruínas de uma casa em construção se escondem atrás de um matagal alto que não deixa entrever a porta de entrada. Basta, porém, uma pequena caminhada em um dos terrenos laterais até uma janela para encontrar um cenário de degradação: roupas, garrafas, restos de alimentos, colchões, sujeira de todo o tipo, cobertores e fezes cobrem o chão batido, emanando um odor insuportável. As paredes que foram erguidas e jamais revestidas estão tomadas por mofo; a umidade cobre também o teto, resultado de telhas quebradas que não foram substituídas.

“É uma situação lamentável”, avalia o vereador Pastor Raimundo Bezerra (PRB), que confere as instalações. “Sabemos que, às vezes, os recursos terminam, e a pessoa não consegue concluir a obra de construção, mas é preciso, pelo menos, fechar e manter limpo, para evitar que vire criadouro de animais peçonhentos e mosquitos da dengue, ou que seja invadida e utilizada para fins ilícitos.”

O parlamentar enviará uma indicação à Prefeitura pedindo providências. “É preciso intimar o proprietário para fazer a limpeza ou, se for o caso, recorrer ao Instituto do Abandono. Do modo como está, o imóvel representa um risco para a saúde e o bem-estar de toda a vizinhança”, alerta Bezerra.

Abandono 03

Mamona na praça

Atendendo a pedido de moradores, Bezerra também verificou as condições do dispositivo viário localizado no cruzamento das ruas José Luís Gonzales Campoamor e Guilherme Scarpa com a Avenida Arcidios Abi Murad, na Cidade Jardim. “O mato está tão alto que já tem até mamonas prontas para serem colhidas”, observa o vereador, que encaminhará uma indicação ao Executivo solicitando a roçada do local.”