Sancionada lei que preserva calçadas jurássicas


Sancionada lei que preserva calçadas jurássicas

Dinossauros 20Proposta da vereadora Juliana Damus foi aprovada por unanimidade na Câmara Municipal

O prefeito Edinho sancionou o projeto de lei de autoria da vereadora Juliana Damus, que visa preservar as calçadas jurássicas do município. A proposta coloca barreiras para a manipulação de placas de arenito que contenham pegadas de dinossauros e tem como principal objetivo é proteger esse patrimônio histórico da cidade.

De acordo com a lei sancionada, fica estabelecido que todo serviço de remoção, reforma ou remodelação de áreas destinadas ao passeio público revestidas de lajes de arenito da Formação Botucatu deve ser comunicado, antecipadamente, ao Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Palentológico, Etnográfico, Arquivístico, Bibliográfico, Artístico, Paisagístico, Cultural e Ambiental do Município (Compphara)  para ser avaliado pelo Poder Público.

O material retirado será inicialmente destinado ao Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara (Mapa), a fim de que sejam realizados os procedimentos técnicos e burocráticos necessários para registro e incorporação ao acervo público municipal. Quem desrespeitar a regra vai ser multado.

Para o prefeito Edinho, Araraquara tem um dos maiores acervos do mundo do período paleontólogo, que explica muito da história do nosso planeta. “Esse acervo precisa ser preservado para que, não só os moradores de Araraquara possam conhecê-lo e ter memória da nossa história, como também ele possa chamar a atenção de pessoas de fora. É preciso que esse material seja valorizado”, defendeu o prefeito.

Araraquara tem mais de mil pegadas de dinossauros catalogadas. O problema é que parte significativa desse acervo já foi danificada ou até descartada, na maioria das vezes, por falta de conhecimento das pessoas.

Muitas placas são encontradas em vários pontos da cidade como as calçadas do Parque Infantil e do Boulevard dos Oitis, na rua Voluntários da Pátria (Rua 5), onde foi criado um museu a céu aberto com placas indicativas de onde estão as marcas deixadas pelos dinossauros e de que espécie eles eram.

A vereadora Juliana Damus esteve no gabinete do prefeito Edinho, para a sanção do projeto, acompanhada da gerente de museus do município, Virgínia de Gobbi; do arqueólogo Robson Rodrigues, e do paleontólogo Marcelo Adorna.