‘Poemas da Arca’, o objetivo de contar antigas histórias


‘Poemas da Arca’, o objetivo de contar antigas histórias

O lançamento da coletânea de poesias escritas pelo professor Carlos César Lima foi realizado no Plenarinho na Casa de Leis

Poemas da Arca 57Carlos César Lima, autor do livro "Poemas da Arca"

Na noite da quarta-feira (12), o Plenarinho da Câmara Municipal foi tomado pela poesia e literatura do professor Carlos César Lima. O lançamento do livro “Poemas da Arca” contou com a participação da vereadora Thainara Faria (PT), do presidente da Câmara, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB), da secretária municipal de Educação, Clélia Mara dos Santos, de educadores, estudantes e familiares do autor.

Em uma tentativa de alcançar a nova geração de crianças, que está tomada quase todo tempo pelos dispositivos eletrônicos e pela internet, o escritor se utiliza de narrativas curtas e dinâmicas, porém requintadas, na medida em que exploram recursos linguísticos, como as onomatopeias e as variáveis de gêneros dos substantivos. Há também uma tentativa de interação com os pequenos leitores que podem usar da própria criatividade para ilustrar o livro de acordo com suas impressões sobre a história contada. Até no marcador de texto, um incentivo à criatividade infantil, modelos de origamis e tangrams.

“Poemas da Arca” reúne uma coletânea de poesias que tem como personagens os animais presentes na história bíblica da arca de Noé. De modo descontraído e com muita musicalidade, o autor expõe sua teoria de que a centelha da contação de história foi lançada durante os 40 dias e 40 noites em que Noé e sua família conviveram com os animais enquanto esperavam pelo fim do dilúvio.

Segundo Lima, sua intenção, ao escrever o livro, foi de retomar o hábito da contação de histórias, que marcou sua infância e os momentos de convivência com os filhos. “Sou professor há tantos anos e, às vezes, repetimos quase que de modo automático velhos hábitos. Nos esquecemos de que é possível transformar certos problemas em construções positivas. Por que não utilizar o potencial das turmas consideradas falantes para estimular o diálogo em sala de aula? Foi então que comecei a desenvolver um trabalho de incentivo à argumentação, ao diálogo e também à prática de contar histórias.  Um modo que aproxima as crianças da literatura e possibilita que no futuro elas se tornem leitoras assíduas”, explicou o professor.

A tentativa também é de que o diálogo seja exercitado entre pais e filhos. “A leitura permite que nos aproximemos de nossos filhos, que conversemos com eles e que também trabalhemos suas criatividades, que precisam ser fomentadas. O meu desejo é que cada vez mais pais leiam e contem histórias para suas crianças, e que elas aprendam a fazer o mesmo, que criem afeto pela leitura, transformadora de realidades.”

Ao final do lançamento, Thainara agradeceu ao professor pelo aprendizado e destacou a importância em levar o evento para a sede do Legislativo municipal. “Precisamos trabalhar em conjunto com os educadores da nossa cidade. Fico muito feliz e emocionada ao escutar as palavras do professor Carlos César Lima. Seu empenho em tornar a leitura hábito diário e, consequentemente, em transformar vidas, nos motiva a acreditar em um futuro melhor para as nossas crianças e jovens”, concluiu a parlamentar.

Poemas da Arca 56Resgatar o hábito da contação de histórias, o objetivo do autor