Brasil enfrenta a Bolívia na abertura da Copa América


Brasil enfrenta a Bolívia na abertura da Copa América

 brasil copa america 2019Partida acontecerá no Morumbi

O Brasil faz sua estreia na Copa América pelo Grupo A diante da Bolívia, às 21h30, no Estádio do Morumbi em São Paulo. Para a partida, o técnico Tite assumiu a responsabilidade do favoritismo brasileiro e espera uma boa atuação diante do torcedor paulistano.

“Historicamente, sim. Não dá para fugir. Temos a consciência de que temos que construir etapas para o título. Em cima de erros e acertos. Inevitável. Somos um dos favoritos. Não somos os únicos. Temos que ter responsabilidade com alegria. Tem que ter pressão e prazer”, disse Tite em entrevista coletiva.

Tite fez uma projeção do que o Brasil tem de fazer para realizar uma boa campanha. “São adversários com uma características diferentes, uma competição curta. Tem um componente emocional e margem de erro pequena. Diferente de Eliminatórias e mais parecida com a Libertadores. Uma coisa é certa, para ganhar tem que jogar bola e não de querer ser mais macho do que ninguém. Que tenhamos a grandeza que o futebol é parte da sociedade”, enfatizou.

Para a estreia, Tite deverá preservar o volante Arthur, que se recupera de uma pancada sofrido no último amistoso diante de Honduras. Com isso, o treinador deve mandar a campo a seguinte escalação: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos, Filipe Luís; Casemiro, Fernandinho, Coutinho; Richarlison, David Neres e Firmino.

Franco atirador
A Bolívia chega ao Brasil com a missão de desbancar o favoritismo do selecionado local. O técnico Eduardo Villegas falou do encontro desta sexta-feira. “Temos que fazer uma partida perfeita, com ingredientes futebolísticos que tivemos nas últimas partidas. Jogar futebol é também evitar que o rival jogue. O Brasil recupera a bola e é muito rápido e isso é algo que estamos cuidando. Quero uma equipe que tenha agressividade e controle”, disse.

Ficha técnica:
Brasil x Bolívia;
Horário:
 21h30;
Local: Morumbi, em São Paulo;

Árbito: Nestor Pitana (ARG);
Assistente 1: Hernán Maidana (ARG);
Assistente 2: Juan Belatti (ARG);
VAR: Patricio Loustau (ARG);
Assistente de Vídeo 1: Fernando Rapallini (ARG);
Assistente de Vídeo 2: Ezequiel Brailovsky (ARG);

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro e Fernandinho (Allan); David Neres, Coutinho e Richarlison; Firmino. Técnico: Tite.

Bolívia: Lampe, Diego Bejarano, Haquin, Jusino e Marvin Bejarano; Justiniano, Saucedo, Castro e Fernández; Vaca e Marcelo Moreno. Técnico: Eduardo Villegas.

Com informações da FPF - Crédito da foto: CBF