Sessão da Câmara: Dias comemorativos, liberação de créditos e bate boca


Sessão da Câmara: Dias comemorativos, liberação de créditos e bate boca

Na sessão da Câmara desta terça-feira (11), foram discutidos 11 projetos, entre eles a liberação de créditos para câmeras de monitoramento, dias comemorativos, contratação de agentes de saúde e discussão entre tucanos e petista. Tudo isso sem transmissão ao vivo por falta de internet.

Toninho interna

O vereador Toninho do Mel (PT), emplacou o dia 20 de maio no calendário oficial da cidade em comemoração ao “Dia do Pedagogo”. Disse que foi ensinado por um deles assim como todos que frequentam a escola e que após refletir e meditar muito percebeu que não havia o dia da classe mais importante da cidade. Afirmou também que este projeto é um dos mais importantes de seu mandato que é popular. “Essa noite vou dormir feliz, após esse projeto meu mandato já valeu a pena”- finalizou o vereador.

Acompanhando Toninho no projeto, outros vereadores usaram a tribuna para dar suas declarações favoráveis ao projeto como Lucas Grecco (PSB), José Carlos Porsani (PSDB), Edio Lopes (PT) com observações do Presidente da Casa Tenente Santana. Todos parabenizaram o vereador petista pela iniciativa “de tamanha relevância” para a sociedade. Vale ressaltar que entre afagos e discursos foi-se mais de 30 minutos de sessão.

Ze Macaco 90

Por sua vez o campeão no ranking dos dias comemorativos Zé Luiz – Zé Macaco (PPS), aproveitou o embalo da educação para homenagear os Psicopedagogos a ser comemorado anualmente no dia 12 de novembro. O discurso neste caso ficou apenas por conta do Presidente da Casa, pois até o autor do projeto, deixou o plenário no momento da votação. Ninguém entendeu, mas talvez o Edil quisesse apenas evitar mais meia hora de falatório sobre projeto de comemoração.

Contratação

Aprovado também o projeto que dispõe sobre o Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos da Prefeitura do Município, criando 32 novas vagas para o emprego público de agente comunitário de saúde. O aumento de vagas é justificado por solicitação da Secretaria Municipal da Saúde para viabilizar a abertura de processo seletivo para provimento de novos agentes, tendo em vista a abertura de equipes de Saúde da Família na USF Victório de Santi, na ESF Assentamento Monte Alegre e na USF Jardim São Bento, além do crescimento da demanda das equipes nos territórios do Indaiá, Adalberto Roxo, Valle Verde, São Rafael, Maria Luiza, Cruzeiro do Sul, Vale do Sol e Paraíso. Os agentes comunitários de saúde realizam visitas domiciliares para acompanhamento das famílias. Araraquara conta hoje com 200 vagas de agente comunitário de saúde.

Abertura de créditos

A Prefeitura foi autorizada pelos vereadores para abrir créditos que totalizam R$ 958,7 mil.

O valor de R$ 293 mil é para a manutenção e serviços afetos aos cemitérios municipais. Estão previstos limpeza geral, pinturas das guias, abertura, fechamento e jardinagem das covas e sepulturas. O montante é para prorrogação do contrato com a empresa que fornece equipamentos e mão de obra para manutenção dos cemitérios da cidade.

Já R$ 565,7 mil são para a aquisição de câmeras de videomonitoramento e kits de instalação. As entradas e saídas da cidade passarão a ser monitoradas para leitura e reconhecimento de placas automotivas. Os equipamentos permitirão o registro dos veículos que circulam nessas faixas e o rápido controle de tráfego, análise da documentação dos veículos roubados, furtados, procurados ou utilizados para prática de crimes.

Para a aquisição de bens destinados à entidade Centro Cultural e Assistencial Oficina das Meninas são R$ 100 mil.

Os onze projetos foram discutidos primeiramente, e enfim, houve pequeno expediente – momento onde os vereadores expõem os trabalhos que realizaram durante a semana, mas só assistiu quem estava na Câmara Municipal, a internet da Casa caiu e não houve transmissão ao vivo.

Há tempos quem frequentam a Casa de Leis reclama da capacidade da internet, quase nunca funciona. O vereador Elton Negrini (PSDB), lembrou ao presidente Tenente Santana, que não adianta investir valores exorbitantes no audiovisual e não ter uma internet de qualidade para fazer as transmissões. Cá para nós, o mínimo.

TH interna

Bate boca da terceira idade

A vereadora Thainara Faria (PT), em seu pequeno expediente, disse que os crimes bárbaros que aconteceram nestas últimas semanas em Araraquara, foi devido à liberação das armas de fogo pelo presidente Bolsonaro. Segundo vereadores Tucanos a petista falou alto para que todos ouvissem que o vereador José Carlos Porsani (PSDB), era favorável a liberação de armas por estar velho e no final da vida, o que rendeu um bate boca entre a petista e Rafael de Angeli (PSDB) nos corredores, que respondeu a parlamentar que precisava ter respeito com os mais velhos. Disse ainda que ela luta pelo povo LGBT, pelos negros e pela pelas mulheres e que não pensa nos idosos por que não votam nela.