Início Agronegócio

Feplana pede que TRT de Campinas recolha publicidade que atinge setor canavieiro

"Nossa insatisfação reside na mencionada campanha que apresenta sérios equívocos que devem ser corrigidos..." diz trecho do ofício endereçado ao TRT em Campinas

35
Crédito tem como foco o financiamento das lavouras de soja, milho, algodão, café, arroz e cana-de-açúcar

O presidente da Feplana (Federação dos Plantadores de Cana do Brasil), Alexandre Lima, em nome da sua diretoria encaminhou ofício ao Procurador-Chefe do Ministério Público do Trabalho com sede em Campinas (15ª Região), Dimas Moreira da Silva, afirmando que a entidade condena a publicidade feita pela Procuradoria Regional do Trabalho de Presidente Prudente.

FEPLANA PEDE O RECOLHIMENTO DO MATERIAL

Feplana pede o recolhimento do material

A ação publicitária feita, de acordo com a Feplana, insinuaria que há trabalho infantil nas atividades canavieiras do Estado, contudo, diz a nota, são informações distorcidas, inverídicas e injustas contra o setor canavieiro, pois não há registro dessa irregularidade. A Federação chega a solicitar que providências urgentes sejam tomadas para o recolhimento imediato desses materiais que somente serviram para denegrir a imagem do setor.

REPERCUSSÃO

Em Araraquara, a Canasol – entidade que defende os direitos dos produtores de cana, também se mostrou indignada com a campanha publicitária realizada. Para o seu presidente Luís Henrique Scabello de Oliveira, a manifestação da Feplana é bastante oportuna, pois reestabelece a verdade dos fatos. “Não podemos concordar com insinuações que visam desmerecer o trabalho sério e responsável desenvolvido pela classe produtora.