Início Destaques

Bruno Covas, do PSDB, é reeleito prefeito de São Paulo

Tucano foi eleito com 59,38% dos votos válidos, derrotando Guilherme Boulos (PSOL) na disputa do segundo turno. Segundo último balanço do TRE, Covas fez a campanha mais cara na capital paulista, quase 6 vezes mais do que Boulos.

33
Bruno Covas comemora vitória com seus eleitores

Bruno Covas( PSDB) foi reeleito neste domingo (29) prefeito de São Paulo com 59,38% dos votos válidos, derrotando o candidato Guilherme Boulos  (PSOL). Ele toma posse em 1º de janeiro de 2021, e terá como vice o vereador Ricardo Nunes (MDB).

O resultado saiu às 18h59 com 93% das urnas apuradas. Boulos teve 40,62% dos votos válidos.

VOTOS TOTAIS

Bruno Covas (PSDB): 59,38% (3.060.905 votos)

Guilherme Boulos: 40,62% (2.093.471 votos)

Brancos: 4,39% (263.470)

Nulos: 9,76% (585.798)

A vitória tucana ocorreu em meio a maior abstenção da história da cidade de São Paulo: mais de 30% dos eleitores (2,247 milhões) não compareceram às urnas neste domingo.

O tucano foi reeleito com amplo leque de alianças políticas, formando coligação que engloba onze partidos (PSDB, MDB, PP, Podemos, PSC, PL, Cidadania, DEM, PTC, PV e PROS). O acordo garantiu o maior tempo de propaganda de TV no primeiro turno, mas não elegeu vereadores suficientes para formar maioria na Câmara Municipal (foram 25 das 55 cadeiras).

De acordo com dados parciais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Covas foi reeleito com a campanha mais cara da capital: R$ 19,4 milhões até agora, quase seis vezes mais do que seu adversário no segundo turno, Boulos, que gastou R$ 3,4 milhões. Os candidatos podem prestar contas até dia 15 de dezembro.

A disputa do segundo turno foi acirrada. Embora o atual prefeito tenha liderado as pesquisas de intenção de voto desde o início, a diferença para o candidato do PSOL caiu na reta final. O crescimento de Boulos, no entanto, não foi suficiente para reverter o resultado nas urnas. O psolista telefonou para parabenizar Covas antes mesmo do encerramento da apuração.

Depois de confirmada a vitória, Boulos agradeceu aos eleitores e afirmou que o PSOL vai vencer um dia. “A gente vai ganhar. A gente vai vencer. Não foi nessa eleição, mas a gente vai ganhar”, disse.

A pandemia do coronavírus influenciou a campanha, já que devido ao adiamento do calendário eleitoral os candidatos tiveram um período mais curto entre o primeiro e o segundo turno, de apenas quatorze dias. Ambos fizeram atividades online, entrevistas, encontros e atividades de rua – onde foram observadas aglomerações. No anúncio da vitória, os tucanos se aglomeraram em um ambiente fechado na sede do diretório municipal do PSDB, na Rua Estados Unidos, nos Jardins. Os jornalistas pediram para o partido manter apenas a imprensa no espaço, o que foi atendido. (Informações G1).