Início Agronegócio

Brasil zera taxa de etanol se a do açúcar cair nos EUA

Nesse sentido, o Brasil está disposto a conceder tarifa zero para a importação de etanol dos EUA, desde que eles estejam dispostos a conceder o mesmo tratamento para o açúcar brasileiro

37

Depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçar retaliar o Brasil pela cobrança de tarifa de importação sobre o etanol norte-americano, o secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Agricultura, Orlando Leite Ribeiro, disse que o Brasil aceita zerar a taxa se os Estados Unidos fizerem o mesmo com o açúcar brasileiro.

Semana passada, Trump disse que era necessária uma “equalização de tarifas” em relação ao Brasil. “Não podemos falar de reciprocidade apenas em setores que interessam a um dos lados.

Nesse sentido, o Brasil está disposto a conceder tarifa zero para a importação de etanol dos EUA, desde que eles estejam dispostos a conceder o mesmo tratamento para o açúcar brasileiro, ambos produtos derivados da cana”, afirmou Ribeiro.

As negociações entre técnicos brasileiros e norte-americanos em torno dos derivados de cana-de-açúcar se intensificaram porque, no fim deste mês, acaba o prazo negociado entre os dois países para que os EUA possam vender etanol sem tarifa para o Brasil até o limite de 750 milhões de litros por ano. Fora da cota, a tarifa é de 20%.

Antes, vigorava uma cota de 600 milhões litros por ano. Essa cota foi aumentada no ano passado, como um aceno do governo Jair Bolsonaro a seu aliado no hemisfério norte. A expectativa era de que os EUA também favorecessem a importação do açúcar brasileiro, o que não ocorreu.