Início Agronegócio

Consumo de etanol hidratado cai 16,7% no primeiro semestre

Além dos conhecidos benefícios econômicos do uso do etanol, deve-se sempre destacar os significativos ganhos ambientais para toda a sociedade ao fazer a opção de abastecimento pelo combustível verde

13

Dados publicados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e compilados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) apontam que, de janeiro a junho de 2020, foram consumidos 8,96 bilhões de litros de etanol hidratado, volume 16,7% inferior ao registrado no primeiro semestre de 2019 (10,76 bilhões de litros).

O consumo de etanol anidro que é utilizado na mistura com a gasolina, por sua vez, indicou uma retração de menor magnitude, queda de 11,0% no semestre ante o mesmo período de 2019.

Além dos conhecidos benefícios econômicos do uso do etanol, deve-se sempre destacar os significativos ganhos ambientais para toda a sociedade ao fazer a opção de abastecimento pelo combustível verde. Uma das externalidades positivas do etanol mais expressivas se refere a quantidade de gases causadores do efeito estufa (GEE) que deixam de ser emitidos na atmosfera em relação à gasolina. Somente em 2020, o uso do etanol pela frota de veículos leves evitou a emissão de mais de 19 milhões de toneladas de CO2eq.

O etanol reduz em até 90% a emissão de gases causadores do efeito estufa em relação à gasolina.