Início Agronegócio

Coronavírus: ‘Não podemos deixar o inimigo oculto chegar ao campo’, diz ministra

Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, enalteceu o figura do produtor rural, dos trabalhadores rurais, caminhoneiros, transportadoras e indústrias, que seguem trabalhando em meio ao surto do novo coronavírus

8

A Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, voltou a falar na noite deste sábado, 21, que o Brasil não vai sofrer com desabastecimento de alimentos. Em vídeo publicado no Twitter, a representante da pasta afirmou que além de grande produtor de grãos e proteína, o Brasil terá nesta temporada a maior safra da história. “Portanto, temos produtos, mas precisamos processá-los nesse momento difícil”, ponderou.

Ela aproveitou o momento para enaltecer a figura do produtor rural, dos trabalhadores rurais, caminhoneiros, transportadoras e indústrias, que seguem trabalhando em meio ao surto do novo coronavírus no país. “Saibam que o Mapa vem acompanhando todos os dias todos os elos da cadeia para que o fluxo dessas mercadorias não sejam interrompidos”, garantiu Tereza Cristina.

Ela citou ainda a medida provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro para que ações entre a União, estados e municípios sejam coordenadas e que garante que os serviços essenciais não sejam interrompidos.

Segurança do agro

A ministra ressaltou ainda que há uma grande preocupação com a saúde das pessoas que trabalham no agronegócio. Ela pediu aos trabalhadores do campo, das indústrias processadoras e caminhoneiros que tenham cuidado. “Lave as mãos, não ande em aglomeração, façam tudo que o Ministério da Saúde vem pregando. Precisamos muito do trabalho de vocês”, disse. Segundo ela, é preciso cuidado para que o ‘inimigo oculto’ não chegue até o campo.