Início Agronegócio

Incêndio atinge área de proteção ambiental no interior de SP

Na área de mata há uma grande concentração de macacos Muriquis, espécie ameaçada de extinção.

68
São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos

Uma área de aproximadamente 30 hectares foi queimada em um incêndio na tarde desta segunda-feira (10), em São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos, no interior de São Paulo. O fogo começou por volta das 15h e foi controlado na madrugada desta terça-feira (11). Uma equipe de 20 pessoas, entre voluntários da Área de Proteção Ambiental (APA) e da subprefeitura de São Francisco Xavier, trabalhou na operação que impediu que o fogo se alastrasse para a área de mata, atingindo apenas a área de pastagem.

Com o apoio voluntários e de um drone, a equipe vai medir e avaliar a área total atingida pelo fogo e detectar possíveis focos que possam vir a colocar em risco a área novamente. Um boletim de ocorrência também será registrado para apuração das causas do incêndio.

Para o jardineiro Gilberto Luiz Ribeiro, que atua como voluntário da APA, o incêndio pode ter sido criminoso com intenção de exploração ilegal da área. Ele teria encontrado vestígios de corte recente de árvores nativas.

De acordo com o gestor da APA e funcionário da Fundação Florestal de SP, Renato Lorza, o apoio dos voluntários foi imprescindível para a preservação do local. “Temos que enaltecer o apoio de todo o pessoal, pois se o fogo virasse de lado nós teríamos problema”, comenta.

Na área de mata há uma grande concentração de macacos Muriquis, espécie ameaçada de extinção. Em janeiro deste ano, cientistas brasileiros e estrangeiros estiveram em São Francisco Xavier para um seminário em que apontaram que o distrito é a capital paulista dos Muriquis.

A Serra do Queixo D’Anta, onde ocorreu o incêndio, fica na divisa com a cidade mineira de Sapucaí Mirim, a uma altura de 1.740 metros, de onde pode se avistar parte do Vale do Paraíba.