Início Agronegócio

Ministra viajará à Índia em janeiro de 2020 para tratar de parcerias no setor de etanol

Tereza Cristina irá integrar delegação da visita oficial do presidente Jair Bolsonaro ao país

20
Ministra Tereza Cristina faz balanço das ações do Mapa em 2019 para a Frente Parlamentar da Agropecuária

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) reuniu-se nesta terça-feira (17) com a Frente Parlamentar da Agropecuária para fazer um balanço das ações do Ministério em 2019. No encontro, a ministra anunciou uma das primeiras agendas de 2020, quando irá à Índia em janeiro, acompanhando a missão oficial do presidente Jair Bolsonaro, para tratar da ampliação do mercado com o país.

Parcerias na produção de etanol serão um dos temas, segundo a ministra. “Um dos pedidos do primeiro-ministro [Narendra Modi] quando esteve aqui [na reunião de Cúpula do Brics] foi tratar de bioenergia”, disse a ministra.

Outro assunto é a perspectiva de venda de carne de aves para os indianos, que abriram o mercado para os produtos brasileiros. Em 2019, a Índia consumiu cerca de 5 milhões de toneladas de carne, montante superior ao volume exportado de carne brasileira de frango para outros países, de 4 milhões de toneladas em 2018. O consumo per capita é de 3 kg por pessoa por ano, considerado baixo, mas com previsões de crescimento para 9,1 Kg até 2030. No Brasil, o consumo atual por habitante é de 45 Kg, na China, de 10,5 Kg, e nos Estados Unidos, de 43 Kg.

Retrospectiva e Perspectivas 2020

Aos parlamentares, a ministra apresentou um balanço das ações executadas pelo Ministério no ano de 2019, primeiro ano de gestão no comando da pasta. A retrospectiva traz dados sobre ampliação e desburocratização do crédito rural, aumento das apólices de seguro rural, ações eficazes de defesa agropecuária, abertura de mercado externo para os produtos agropecuários e programas de incentivo à agricultura sustentável.

Tereza Cristina apresentou ainda as perspectivas para 2020, como inclusão no campo (AgroNordeste, regularização fundiária), agropecuária aliada à sustentabilidade (ampliação do Plano de Agricultura de Baixo Carbono, cooperativismo e bioeconomia) e conectividade na área rural (Observatório da Agropecuária, que integra as mais diversas bases de dados apoiando os gestores públicos na tomada de decisões).

A ministra agradeceu a parceria do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente), que também participou da reunião da FPA, e dos parlamentares para o desenvolvimento do setor agropecuário e do país este ano.

O ministro Salles destacou as parcerias entre os dois ministérios, entre elas, programa para pagamento de serviços ambientais, bioeconomia, regularização fundiária e o zoneamento econômico e ecológico.