Início Artigo

Guerreiras grenás colhem mais um fruto do trabalho exemplar

Por Adilson João Tellaroli

53

Aguardada há mais de dois meses, saiu a premiação da “Conafut”, Conferência Nacional de Futebol, que premia o setor administrativo do futebol feminino. Para alegria de Araraquara, o nome da Ferroviária mais uma vez subiu o mais alto degrau, recebendo 60 por cento dos votos, superando na premiação, equipes tradicionais como Corinthians e Internacional.

Em meio a tantas notícias ruins que têm cercado a cidade nos últimos tempos, há que se comemorar o feito, mercê do trabalho sério da administração afeana e da equipe que forma o futebol feminino como um todo, desde a mais  jovem atleta, passando pelos profissionais, incluindo jogadoras, comissão técnica e chegando aos dirigentes e investidores.

O ano passado foi especial para o futebol feminino da Ferroviária. Chegou às semifinais do Paulista Sub 17 e ganhou o Festival Sub 14, provando que o trabalho de baseé um sucesso e norteia o rumo certo da equipe principal. Exemplo que deveria ser seguido pelo futebol masculino, como já foi no passado!

Embora a premiação não tenha sido presencial, por causa do Coronavírus, nada tira o valor da conquista, que visa premiar as melhores práticas de gestão e os bons exemplos do profissionalismo, de acordo com o investimento e os resultados conseguidos.

Em 2.019, o futebol feminino grená chegou à semifinal do Campeonato Paulista, foi vice-campeão da Libertadores e conseguiu o inédito título de bicampeão Brasileiro. Nada mal, para um time do interior, que vem conseguindo conquistas seguidas.

Parabéns à Ferroviária pela premiação, fruto de trabalho, união e profissionalismo em todos os sentidos. Que o clube não durma sobre os louros da vitória e certamente o caminho continuará a ser trilhado com sucesso. Não é fácil, principalmente porque o país ainda não aprendeu a valorizar essa prática. Joga-se em horários absurdos, campos ruins, etc. De novo, desbancamos os “grandes”. Mais uma razão para a cidade apoiar e se orgulhar das Guerreiras Grenás!

*Adilson João Tellaroli – conhecido como “bola branca”, é jornalista esportivo e faz parte do Portal RCIA

**As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem, necessariamente, com as do RCIARARAQUARA.COM.BR