Início Artigo

Seu Ênio, um querido Inspetor Tributário

Por Domingos Carnesecca Neto

76

Circunstancialmente, nascido em 25/02/1927 em Ribeirão Preto, SP, Seu Ênio como era chamado, cresceu em Rio Claro e de lá veio para Araraquara no início dos anos 50 trabalhar no DER. Assim como vários de seus colegas nos anos 60 ingressou na Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo onde exerceu o cargo de Agente Fiscal de Rendas. Neste período trabalhou com meu pai – Domingos Carnesecca Filho, no DER e na Secretaria da Fazenda.

Seu Ênio progrediu na carreira, chegando até o posto de Inspetor Tributário em Ribeirão Preto, cidade para onde se mudou no início dos anos 70.  Aposentado foi nomeado, pelos seus atributos técnicos e honestidade, Secretário Municipal da Fazenda no Município de Ribeirão Preto, no período de 1983 ao final de 1988, durante a gestão do ex-prefeito João Gilberto Sampaio. Encerrando sua participação na vida pública se estabeleceu como advogado tributário.

Foi casado com a Dona Enedina, professora do “Grupo Escolar Florestano Libutti”, e ambos frequentavam a Igreja Presbiteriana da Rua Padre Duarte, residindo na Avenida São José e,  depois, na Avenida 15 de Novembro, no bairro do Carmo,  em Araraquara.

Dona Enedina faleceu precocemente aos 57 anos em 1981 e em 1994 Seu Ênio contraiu matrimônio, em segundas núpcias, com a Sra. Jannet Neme Ávila Correia.

Tiveram quatro filhos: Marcos Teixeira Correia, conhecido por Texera, formado em Ciências Sociais pela UNESP/Araraquara, filiado nº 100 ao Partido dos Trabalhadores de Araraquara, e precocemente falecido em 1992. Ciro Teixeira Correia, geólogo formado pela UNESP/Rio Claro, professor da Geologia da USP, ex-presidente do Centro Acadêmico do Curso de Geologia de Rio Claro/UNESP, da ADUSP – Associação dos Docentes da USP e do Andes SN – Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, Agenor Teixeira Correia, falecido recém nascido e Marciano Teixeira Correia, geólogo igualmente formado em Rio Claro, e que desenvolveu suas atividades profissionais na iniciativa privada, inclusive em Araraquara. Os três filhos estudaram no “Florestano Libutti” e no “IEBA”, onde granjearam muitas amizades.

Ênio Ávila Correia, o Seu Ênio, vítima de insuficiência cardíaca e outras , faleceu neste dia 03/07/2021 em São Paulo, deixando dois filhos vivos, quatro netos e quatro bisnetos. Foi cremado em Itapecerica da Serra/SP.

No alto de seus 94 anos, Seu Ênio era um grande sujeito, inteligente, honesto, bem-humorado, e eu fui amigo dele.

(*) Domingos Carnesecca Neto, ex-militante da Convergência Socialista, Fundador e ex-Vereador do PT 1982/1992

**As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem, necessariamente, com as do RCIARARAQUARA.COM.BR