Início Artigo

Vivemos a síndrome do coelho da Alice

Por Gabriel Paiva

353

Daqui 20 anos você estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas coisas que fez. Então solte suas amarras. Afaste-se do Porto seguro. Agarre o vento em suas velas. Explore. Sonhe. Descubra. – H. Jackson Brown Jr.

O Tempo é a única coisa que torna todos os seres humanos iguais.
Ás vezes esquecemos de algo decisivo. A vida é muito curta para ser vivida, dura em média 75 anos. É muito pouco!

A maioria de nós vive no modo piloto automático, entre o ontem e o amanhã, entre o que está pendente e o que devemos fazer mais adiante. Vivendo reféns das preocupações e das expectativas, sempre correndo contra o relógio.

De forma prática, todos nós profissionais, estudantes e trabalhadores, estamos vivendo a síndrome do coelho da Alice. Estou atrasado, está tarde, precisamos fazer as coisas…

Tenho que sair daqui e tenho que fazer as coisas, deixando o tempo presente, estou sempre em outro lugar, estou sempre pensando no compromisso seguinte, onde eu estarei hoje a tarde, o que vou fazer logo em seguida.

O tempo está passando, eu não tenho tempo para relaxar, o tempo passando está envelhecendo tudo, eu tenho que aproveitar o máximo possível, principalmente hoje que sou obrigado a ser jovem até o fim, e como isso não é possível, essa tensão vai se acumulando. Mais esforço, multitarefas, aumento das horas de trabalho.

Se conseguirmos nos organizar com nossas tarefas, fazendo um planejamento do dia, mantendo mais foco e disciplina, o relógio passará a ser um aliado e não precisará correr contra o tempo assim como o coelho branco da Alice.

Faça cada dia valer a pena !!!

Poucas coisas são mais gratificantes do que conseguir alcançar um objetivo, um sonho, principalmente alinhado com os seus valores, com quem realmente você é.
É extraordinário poder olhar para trás e reconhecer o quanto evoluímos ao sair do ponto A para chegar ao ponto B.

Torne isso parte da sua rotina, pois quanto mais objetivos alcançar, mais consciente em relação ao seu poder de realização se tornará e essa é uma das chaves para a felicidade!

*Gabriel Paiva é Empresário e Coach Executivo

** As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem,necessariamente, com as do RCIARARAQUARA.COM.BR