Home Artigo

Vivemos em um País de merda!!!

Por Humberto Gouvêa Figueiredo

92

Preciso iniciar este texto pedindo desculpas pelo termo usado no título, mas confesso que não encontrei palavra que expressasse melhor o meu sentimento do que a que utilizei no título.

Certamente vai chamar a atenção e fazer com que mais gente leia e reflita sobre o que vou escrever nestas poucas linhas.

Assistimos todos a poucos dias o assassinato covarde de um policial militar mineiro: não bastasse a gravidade de se assassinar um agente público que representa a força do Estado, a defesa da sociedade, o policial foi morto por um bandido ou, como gosta de escrever a imprensa, um suspeito…

Ainda mais grave foi o fato do tal bandido (ou suspeito???) ser um presidiário que exercia o seu sagrado direito à chamada “saidinha”: sim, o sujeito que pratica um monte de crime, independente da sua gravidade tem o direito de sair até 30 dias durante ano, como se fosse uma espécie de “férias” da cadeia…

Aí ele não sai para ir na missa, para visitar a mãe ou a avó…sai para roubar, estuprar e matar… este escolheu matar o Sargento Mineiro.

Ainda inconformado assisto na TV uma notícia dando conta que o Prefeito do Rio de Janeiro estava denunciando que os criminosos de uma determinada região da cidade estavam exigindo o pagamento de determinada quantia para liberar a execução de uma obra pública: você não leu errado!!! É isto mesmo que você leu: os bandidos querem dinheiro para liberar o Estado para fazer aquilo que é sua obrigação!!!

Pasmem!!!!

E hoje pela manhã sou surpreendido pela filmagem de uma audiência de custódia onde uma juíza exige que os policiais, que acompanham o preso, primeiro lhes tire as algemas, depois desliguem o ar condicionado porque ele dizia que estava passando frio, depois exige que lhe emprestem um casaco para afugentá-lo do frio que sentia e, finalmente, determina que lhe ofereçam uma xícara de café….

Tudo isso para que ele se sinta bem a vontade para eventualmente acusar os policiais de haverem lhe agredido no ato da prisão, uma vez que, pelo crime que ele cometeu a magistrada pouco se importou…nem passou pela cabeça dela a existência de uma vítima que também poderia estar passando frio e com fome…

Para encerrar esta sessão de horrores, vivenciei na pele a MERDA em que estamos atolados: bandidos (ou suspeitos???) invadiram a casa da minha sogra, que estava à venda (a casa, não a sogra…rs) e levaram absolutamente tudo que tinha lá dentro em termos de fiação elétrica e metais…nem o hidrômetro deixaram para trás…

E olha que a casa fica numa região central, em local de altíssima circulação de pessoas e veículos.

Por isto tudo, não tem algo que defina melhor o País em que estamos vivendo: UMA MERDA!

*Humberto Gouvêa Figueiredo, estudou na Academia de Polícia Militar/Curso de Formação de Oficiais, sendo Coronel PM da Reserva, Pós Graduado na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e formação em Ciências Jurídicas (UNIARA)

**As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem, necessariamente, com as do RCIARARAQUARA.COM.BR