A força da enxurrada que arrastou idosa e vários carros

Uma cena raramente vista em Araraquara transformou neste domingo (29) a região do Clube 22 de Agosto em cenário devastador

415

Logo após o almoço, mais ou menos 15h, o tempo fechado parecia ter aberto as comportas do céu, diante do grande volume de água. Se situações críticas de enchentes já haviam colocado em alerta outras regiões da cidade como Via Expressa e Parque São Paulo, agora chegou a vez da região do Santana.

A enxurrada que descia pela Avenida Jorge Borges Corrêa vinha em forma de tsunami arrastando o que encontrava pela frente; a água descendo pelas laterais da via pública ganharam força a partir das Rua Itália, desembocando num corredor de destruição.

Quem estava naquele momento na Rua Castro Alves pode acompanhar o desespero de uma mulher de 70 anos tentando deixar as águas, sem contudo conseguir. Um engenheiro que já estava com seu carro ilhado no canteiro conseguiu salvá-la.

Acompanhe a narrativa de uma mulher que acompanhou todo este drama do interior do seu carro parado na “16” (Castro Alves).