Início Cidade

Avenida Prudente de Morais, no Santana, passa por recapeamento asfáltico

Trecho entre a Rua Castro Alves (Rua 16) e a Rua Expedicionários do Brasil (Rua 8) está passando por melhorias na pavimentação, em investimento do Daae

59

A Avenida Prudente de Morais, na região do bairro do Santana, recebeu as equipes de recapeamento na manhã desta segunda-feira (6), dando continuidade ao programa de recuperação da pavimentação asfáltica em Araraquara.

As melhorias na pavimentação serão feitas em oito quarteirões: entre a Rua Castro Alves (Rua 16) e a Rua Expedicionários do Brasil (Rua 8), totalizando 850 metros lineares e 6.400 metros quadrados.

A execução do recapeamento está sendo feita pelo Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), já que a autarquia fez a troca de 800 metros de rede de abastecimento de água no local — e, para isso, precisou danificar o asfalto.

“O Daae está investindo muito na troca de redes, porque as redes antigas se rompem com a pressão da água e acabamos perdendo água potável no solo. Isso se combate trocando redes. Com isso, a gente melhora o abastecimento de água da cidade e recupera as vias públicas”, afirma o prefeito Edinho, que visitou o trabalho de recapeamento.

Desde o início da atual gestão, 522 quarteirões foram recapeados pela Prefeitura, sendo 90 deles somente neste ano. Em relação à operação tapa-buracos, são 202 mil buracos solucionados desde 2017, sendo 10 mil desde janeiro deste ano.

Além do prefeito, o vereador Jeferson Yashuda (PSDB) e o superintendente do Daae, Donizete Simioni, também vistoriaram o início do trabalho de recuperação asfáltica no Santana nesta segunda-feira.

R$ 6 milhões
Esta é a segunda etapa da troca de redes antigas do Daae, o que engloba os bairros Santana, São José e Santa Angelina. No final de 2019, a autarquia já havia concluído a troca de redes e o recape na Vila Xavier. No total, as obras chegam a R$ 6 milhões de investimento.

As trocas de redes e ramais de água contribuem para a redução do número de vazamentos e, consequentemente, do índice de perdas de água potável.