Home Cidade

Dentista araraquarense é a mais nova “imortal” da Academia Brasileira de Odontologia

Telma Konish Taira se notabilizou por trabalhos sociais cuidando da saúde bucal das pessoas,

1577
A dentista araraquarense Telma Konish Taira é a mais nova imortal da Academia Brasileira de Odontologia

A dentista araraquarense Telma Konish Taira recebeu da Academia Brasileira de Odontologia, com sede no Rio de Janeiro, o título de “Acadêmica Honorária”, em cerimônia online realizada na noite de sexta-feira (17).

Com mais de quatro décadas de profissão, metade delas no serviço público, Telma se notabilizou por seu trabalho na ONG Turma do Bem, que cuida da saúde bucal de crianças e mulheres vítimas de violência em situação de vulnerabilidade no Brasil e outros países da América Latina.

“Jamais imaginei receber essa honraria, foi chocante!”, salienta a dentista, que não esconde a satisfação de estar entre os “imortais” da Academia.

Melhor Dentista do Mundo

Há dois anos, em 2009, quanto Telma recebeu a homenagem de “Melhor Dentista do Mundo”, ela realizava atendimentos como voluntária na ONG Turma do Bem vem. “Durante os atendimentos, ficava comovida com a situação precária dos pacientes, sobretudo as crianças. “Elas tinham muitas cáries e outros problemas típicos de quem não recebe tratamento correto”, diz Telma, que acrescenta: “A minha vontade sempre foi fazer algo para ajudá-los a sair dessa situação, mas, sozinha, era muito difícil”, avalia.

Turma do Bem

Há cerca de 12 anos, em 2009, durante um congresso de odontologia, Telma conheceu o trabalho da Turma do Bem, uma rede de 17 mil dentistas voluntários que atuam no Brasil e outros países da América Latina oferecendo atendimento gratuito a crianças e mulheres vítimas de violência em situação de vulnerabilidade.

Ela não apenas se uniu aos profissionais que fazem parte da ONG como virou uma verdadeira mobilizadora local para conquistar apoio de outros dentistas e fazer a triagem de meninos e meninas para o atendimento. “Depois de fazer o curso de capacitação para voluntários em São Paulo, voltei para minha cidade e fui pedir ajuda para um grupo de freiras que trabalha com crianças. Também recorri à TV local, à imprensa escrita e aos amigos”, diz.

Imortal

O título de “Melhor Dentista do Mundo” automaticamente fez de Telma uma Imortal da Academia Brasileira de Odontologia. O evento reuniu ONGs, empresas e personalidades para tratar de assuntos urgentes da atualidade e reforçar o poder do voluntariado na transformação da sociedade. Para selecionar o “Melhor Dentista do Mundo”, a atuação dos profissionais que fazem parte da rede de voluntários é analisada com rigor. Verifica-se a quantidade de atendimentos feitos, a forma como aumentou o número de pessoas beneficiadas, a captação de recursos para a ONG e a mobilização do poder público para promover políticas públicas e da opinião pública para chamar atenção à causa.

Para isso, os dentistas enviam relatórios à ONG que são confrontados com o banco de dados da instituição. Realizada essa fase, os finalistas passam por um júri externo, composto por membros da sociedade civil, como professores, assistentes sociais e jornalistas, entre outros, que avaliam os resultados de forma independente.