Início Cidade

Penitenciária de Araraquara: Oficinas da Funap já produziram mais de 3,5 milhões de máscaras

A média de produção diária é de 25 mil máscaras de algodão e 60 mil máscaras descartáveis

747

Cerca de 600 reeducandos contratados pela Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel” – Funap estão produzindo máscaras, aventais e toucas descartáveis em TNT e máscaras reutilizáveis em malha 100% algodão nas 16 oficinas montadas pela Fundação dentro das unidades prisionais paulistas.

A média de produção diária é de 25.000 máscaras em malha 100% algodão e 60.000 máscaras descartáveis em TNT. Totalizando 3.950.000 máscaras até o presente momento.

Na região de Ribeirão Preto, a oficina de produção está instalada na Penitenciária “Dr. Sebastião Martins Silveira” de Araraquara, onde foram produzidas, inicialmente, 212.000 unidades de máscaras descartáveis. Posteriormente, a unidade iniciou a produção de máscaras reutilizáveis, com uma produção média diária de 5.000 máscaras e totalizando 53.000 unidades até o momento.

Os reeducandos capacitados e contratados pela Funap trabalham na produção e recebem um salário equivalente a ¾ do salário mínimo, além da remição da pena por meio do trabalho (a cada três dias de trabalho, um dia é reduzido da pena).

Neste esforço, a Funap está comercializando quatro produtos. A máscara “Comfort” descartável, com tripla camada de TNT e elástico único que prende a máscara sem machucar as orelhas (R$ 0,50 a unidade), a máscara reutilizável 100% algodão (R$ 2,50 a unidade), a máscara modelo infantil 100% algodão (R$ 2,00 a unidade) e o protetor facial em PetG (R$ 7,00 a unidade).

As máscaras produzidas são comercializadas tanto para órgãos públicos quanto para empresas privadas e pessoas físicas a preço de custo e, por se tratar de uma fundação pública sem fins lucrativos, todo o retorno das vendas é reaplicado na produção de novos itens e nos programas de ressocialização da Fundação.

Para mais detalhes de como adquirir estes produtos, entre em contato com o e-mail: [email protected] ou pelo telefone (11) 3150 – 1018/1044.