Início Cidade

Políticas para animais não são cumpridas em Araraquara, diz proteção

Há três anos a proteção pede que medidas sejam tomadas pela prefeitura e não são atendidas; o prefeito disse em reunião, que após o carnaval vai pensar o que fazer

407

Com a necessidade eminente de que a prefeitura atue no sentido de minimizar os maus tratos e abandono de animais em Araraquara, Betty Peixoto, da SOS Melhor Amigo, integrante da proteção animal, protocolou, juntamente com o Conselho de Defesa e Proteção Animal, uma carta na Prefeitura de Araraquara.

Em reunião acontecida na noite desta quarta-feira (5), do Conselho de Defesa dos Animais da cidade, foi colocado em votação o apoio ao oficio do SOS Melhor Amigo para ser encaminhado pela mesa diretora ao Prefeito Edinho Silva (PT), onde foi aprovado, e será feito o encaminhamento. Segundo Carolina Mattos Galvão, presidente da Comissão de Proteção e Defesa Animal da OAB – Araraquara, eles aguardam respostas com medidas concretas, “visto que o plano municipal tem amparo legal e infelizmente quase nada foi cumprido. O Conselho espera que a Coordenadoria seja criada e estruturada o mais rápido possível visto que dependemos dela para a proteção animal da cidade avançar” – afirma a protetora

Ofício encaminhado ao Prefeito Edinho Silva

Araraquara 05 de Fevereiro de 2020.

Excelentíssimos:

Mesa diretora e Membros Integrantes do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais de Araraquara.

Prezados Srs.

O SOS MELHOR AMIGO  atua desde 2010 na Proteção Animal desta cidade sempre de forma independente, sem nenhuma filiação político – partidária, e sem ajuda financeira de nenhum órgão  público seja municipal, estadual ou federal.  Trabalhamos ajudando no atendimento de animais carentes ou em sofrimento, doamos consultas, tratamentos, cirurgias, remédios,  alimentação, transporte,  acolhimento pago, assim como também trabalhamos na adoção, e na conscientização sobre guarda responsável, maus tratos aos animais e fortalecimento das leis vigentes de proteção aos animais.

Tendo em consideração que possuímos contato com pessoas de todos os segmentos de atuação na nossa cidade, já que  nossa página no facebook tem  mais de 9.000 seguidores, e criamos e administramos desde 2012 o “Grupo central pet de achados e perdidos e para adoção em Araraquara”, que hoje possui 26.890 membros, população que sempre nos procura via face, Messenger ou whatsapp,

 Assim, VIMOS MUI RESPEITOSAMENTE DEIXAR registrado através deste oficio, NOSSA INSATISFAÇÃO COM O TRATAMENTO DADO PELO  PREFEITO SR. EDINHO SILVA AO PROBLEMA DE ABANDONO E MAUS TRATOS AOS ANIMAIS  pela falta de ações que poderiam ter sido tomadas neste 3 anos de mandato, e que não aconteceram.

Em reunião com secretários no dia 23.01.2017, o Sr Prefeito disse “ O trabalho de proteção e defesa dos animais será incentivado e fortalecido. O Conselho debate, decide e NÓS VAMOS FAZER”.  O que tivemos nesse primeiro ano, mesmo com a implantação do Conselho,  foram feirinhas para a população canceladas, transporte para as pessoas carentes levar seus animais para castrar CANCELADO, diminuição do numero de vagas para castração gratuita,  e mesmo com diversos ofícios encaminhados para que o Sr. Prefeito nos recebesse , tivemos  um ano sem nenhum diálogo sendo que os Protetores só foram recebidos  no dia 08 de Fevereiro de 2018, após realizarmos uma campanha PARA ISSO ACONTECER nas redes sociais.

Sendo coincidência ou não, em 2018 seria realizada a 1ª Conferencia de Proteção e Defesa dos Animais, à qual o Sr Prefeito não poderia se apresentar sem pelo menos ter dialogado 1 vez com aqueles que participariam dessa Conferencia. Diversos pedidos e soluções foram apresentadas ao Prefeito naquela reunião DO DIA 8, algumas soluções com a participação de voluntários inclusive,  porém não tivemos os pedidos atendidos.

Pois bem, a 1ª Conferencia aconteceu dia 21 de Abril daquele ano, e mais uma vez o Sr Prefeito disse: “ Eu quero que a população me diga o que é necessário ser feito em relação a proteção animal… A Participação Popular é o pilar de nossa administração”.  O Prefeito pediu, foi dito! Foram ao todo 20 DIRETRIZES  apresentadas, algumas muito urgentes, outras que poderiam ser inseridas no dia a dia das escolas do município sem custo nenhum, porém o qué tivemos de avanço naquele ano?

Avanço?? Nenhum!! foram mantidos a castração precoce e a castração gratuita,  e o sistema de fiscalização  continuou, porém sempre em condições extremamente precárias. Terminamos 2018 sem chipagem obrigatória para a população, sem campanhas de conscientização sobre animais comunitários, sem censo animal, sem aulas sobre guarda responsável nas escolas, etc…  .

Chegou 2019 e com ele a aprovação e assinatura da Lei que proíbe a venda dos Fogos de Artificio, os Protetores tiveram a “sensação”  que as mudanças viriam. Em maio desse ano tivemos a excelente noticia que haveria a criação da COORDENADORIA DE BEM ESTAR ANIMAL, que atenderia uma das diretrizes  da Conferencia: separar a Zoonoses do Atendimento em Bem Estar Animal, é providencia ESSENCIAL para que se obtenham avanços no problema do abandono e maus tratos.

Passou 2019 e podemos dizer que mais uma vez  promessas não foram cumpridas, mais uma constatação da falta de boa vontade do SR PREFEITO, mesmo quando passou o Setor de Proteção aos animais para o Gabinete dele, onde os problemas seriam resolvidos DIRETAMENTE  com ele.

E aqui estamos hoje, inicio de 2020, sem coordenadoria, sem feirinhas para a população, sem aplicação da chipagem obrigatória, sem educação nas escolas sobre Guarda Responsável, com o setor de fiscalização e Centro de zoonoses trabalhando em situação precária, etc… E com a resposta do Prefeito que disse em reunião realizada com a mesa diretora deste conselho dia 29 de Janeiro,  que teríamos que esperar  o Carnaval acabar para a implantação da Coordenadoria acontecer e para que as ações comecem a ser realizadas.

TRÊS ANOS aguardando mudanças, melhorias, parcerias, investimentos e a melhor resposta que recebemos  é ESPERAR O CARNAVAL PASSAR??

Talvez a razão desta triste situação  esteja nas palavras  que o PREFEITO EDINHO SILVA fez em TODOS seus pronunciamentos referentes à atuação da Prefeitura, dizendo que a Prefeitura GASTA DOIS MILHOES DE REAIS POR ANO com os animais. Talvez se o PREFEITO EDINHO SILVA  começar a pensar que a Prefeitura INVESTE esse dinheiro e não simplesmente o gasta, talvez ele comece a perceber que precisa, para ter retorno desse investimento, OUVIR MAIS, AGIR MAIS e principalmente RESPEITAR MAIS OS PROTETORES QUE trabalham para resolver problemas que são de responsabilidade da Prefeitura.

NUNCA, repito NUNCA em 10 anos de atuação nesta Causa,  uma autoridade nesta cidade nos deu como resposta “esperem o carnaval acabar para que comecemos a pensar como, quando e com quem iremos resolver”.  Dizemos isto já que não foi dada na reunião data especifica  de implantação, não se confirmou o nome da pessoa que irá assumir a Coordenadoria e deixou claro que ainda não se sabe como essa Coordenadoria irá funcionar de fato.

Somos os primeiros a lamentar a necessidade deste oficio, mas se faz necessário o registro em ata, da insatisfação da população que representamos, já que somos constantemente cobrados e questionados sobre nossa atuação frente ao Município.

Sem mais, reiteramos nossos votos de admiração e respeito a todos os membros e mesa diretora deste Conselho desejando que possam continuar firmes na sua convicção de ajudar aqueles que são os elos mais fracos e mais desamparados na sociedade: os animais carentes e vitimas de maus tratos.