Início Cidade

Prefeitura inicia segunda etapa da obra da Ponte dos Machados; tráfego será desviado para rota alternativa

Com a necessidade de demolição da ponte atual para construção de nova estrutura, estrada que liga a Rodovia SP 255 (Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros), em seu KM 91, à Estrada Vicinal ARA-050 (Estrada Vicinal Abílio Augusto Corrêa), em seu KM 06, começa a ser preparada e sinalizada nesta quinta (27)

106
Atual ponte será demolida para a construção de uma nova estrutura no local

A Prefeitura de Araraquara informa que dará prosseguimento, nesta quinta-feira (27), a mais uma etapa da obra da Ponte dos Machados. Na etapa inicial da obra, a empresa Cutrale realizou um serviço de desvio dos seus dutos de esgoto industrial que passavam sob o leito do córrego e que, segundo a empresa, poderiam não resistir às estacas e vibrações das máquinas no local. Em seguida, a CPFL também teve que remover alguns postes do local para possibilitar a continuidade da obra.

Nesta nova etapa, a empresa contratada por meio de licitação para realização da obra, irá realizar a demolição da atual ponte para posteriormente iniciar a construção de uma nova estrutura no local.

Para tanto, será necessária a preparação de uma estrada particular, que será utilizada como rota alternativa para o fluxo de veículos que transitam pelo local. A estrada realiza a ligação entre a Rodovia SP 255 (Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros), em seu KM 91, e a Estrada Vicinal ARA-050 (Estrada Vicinal Abílio Augusto Corrêa), em seu KM 06.

Os Agentes de Trânsito já estão no local para a devida sinalização da rota alternativa aos usuários da Estrada Vicinal ARA-050 (Estrada Vicinal Abílio Augusto Corrêa). A operação irá contar também com o apoio da equipe de pavimentação da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, que irá realizar as melhorias viárias necessárias nesta rota alternativa e da equipe de Serviços Públicos para retirada e poda de um bambuzal localizado no desvio. A Guarda Municipal também está presente para garantir a segurança da operação. A obra é uma demanda importante da população, em especial dos pequenos agricultores para escoamento de produtos.