Início Cidade

Prefeitura lança internet gratuita no Assentamento Bela Vista

Casa de Correio ‘Camila Mazzeu’, para distribuição de correspondências entre os assentados, também foi entregue para a comunidade

63
Todos do Bela Vista devem apenas fazer um cadastro pelo site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br).
Os moradores do Assentamento Bela Vista tiveram duas conquistas entregues oficialmente pela Prefeitura em solenidade na tarde de quinta-feira (19): o lançamento da internet gratuita para os assentados e a inauguração da Casa de Correio “Camila Mazzeu”.

A Prefeitura é pioneira em ofertar internet gratuita, via fibra óptica, para moradores de assentamentos. Todos do Bela Vista devem apenas fazer um cadastro pelo site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br).

No caso das residências, é necessário que o morador invista na compra de uma antena para receber o sinal de internet, porém através do aparelho celular já será possível se conectar nos locais em que o sinal chega com facilidade, como ao redor da unidade de saúde.

Até então, a internet chegava nesses locais (escola, creche e posto de saúde) via rádio, o que tornava o acesso instável.

A outra conquista, a casa de correio, facilita a organização e a distribuição das correspondências dos moradores do Bela Vista, que ficará responsável pela administração do espaço.

O local leva o nome de Camila Mazzeu, que trabalhava desde 2003 na Emef Hermínio Pagotto, no Bela Vista. Ao lado da direção, dos professores, dos alunos e de toda a comunidade, ela ajudou a transformar a Hermínio Pagotto em referência nacional de escola do campo.

Camila também conseguiu para a comunidade o projeto das Tintas Coral, que levou cores para as casas do assentamento. A homenageada faleceu em 2018, aos 36 anos, após luta contra o câncer.

Conhecimento
Em sua fala, o prefeito Edinho afirmou que a internet gratuita no Bela Vista é um marco. “O Bela Vista é o primeiro assentamento do Brasil com internet fibra ótica. Vamos fazer o mesmo projeto no Assentamento Monte Alegre. Não existe processo educacional sem a internet hoje. É a democratização do conhecimento”, destacou.

Edinho ainda ressaltou a homenagem a Camila Mazzeu. “Parabéns ao Zé Luiz, autor da indicação. A Camila, com certeza, está presente pelo seu legado, por tudo o que construiu. Ela inspirou educadoras e educadores”, afirmou.

O vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, parabenizou as duas iniciativas. “Estar conectado à internet traz um imenso leque de oportunidades de conhecimento, estudo, pesquisa e comunicação com familiares e amigos. E a casinha de correio vai facilitar que todos vocês se organizem na distribuição das correspondências que chegam até aqui”, disse.

A secretária da Educação, Clélia Mara dos Santos, também enalteceu a homenagem a Camila Mazzeu. “É um dia mágico. Com certeza, a Camila está muito feliz.”

A coordenadora de Agricultura, Silvani Silva, destacou a importância da internet para os assentados e lembrou histórias vividas pela homenageada. “A Camila irradiava luz e fez muito aqui por nós. Tenho certeza de que está aqui entre nós por energia”, afirmou.

A coordenadora de Tecnologia da Informação, Juliana Zoch, explicou que a internet via rádio era instável. “Foram muitas dificuldades, mas, com a renegociação de nossos contratos de internet, conseguimos colocar a fibra ótica aqui no assentamento”, destacou.

Representando a Câmara, o vereador Zé Luiz (Cidadania) falou sobre sua homenagem. “Era necessário esse ponto para as cartas dos Correios chegarem. E aproveitamos para fazer essa homenagem a uma pessoa do tamanho da Camila. Parabéns a todos”, declarou.

Reginaldo Teixeira, representando a direção da escola, também relembrou o legado de Camila Mazzeu. “Ela teve grande importância em nossa vida. Muito obrigado aos seus pais pela educação que lhe deram.”

Pai de Camila, Carlinhos Mazzeu, emocionado, deixou sua mensagem. “A Camila amou muito este lugar. Só tenho uma palavra: gratidão”, afirmou.

Também estiveram no evento o vereador Paulo Landim (PT); secretários, coordenadores e gestores municipais; a ex-diretora da escola Adriana Caraviere; Vera Mazzeu, mãe de Camila Mazzeu; além de educadores, alunos da escola e moradores do assentamento.