Início Cidade

Projeto de alunos do Sesi Araraquara disputa vaga para o mundial de robótica

Estudantes do 9º ano idealizaram aplicativos que facilitam encontrar vagas de estacionamento e que integram serviços e informações governamentais e não governamentais de uma cidade; etapa estadual da competição será na próxima semana

234

Com um projeto de aplicativos para estacionamento inteligente e um painel integrador de serviços, três alunos da escola Sesi Araraquara disputam o torneio de robótica da WRO (World Robot Olympiad) e buscam classificação para a fase mundial da competição.

A etapa regional, em Ribeirão Preto, já foi vencida em junho. Agora, a equipe Sesi Smarteens participa da fase estadual, em 21 de agosto, em Presidente Epitácio, em disputa contra 28 escolas. A etapa estadual vale classificação no mundial, que será na Hungria, em 2020. Neste ano, o tema da WRO é “Cidades inteligentes”.

A Sesi Smarteens é composta por estudantes do 9º ano: Paulo Cesar dos Santos Rodrigues, João Vitor de Souza Pedrosa Bomfim e Fabricio Kevin Donisete Cicone. A equipe tem como técnico Eder de Oliveira Santos e como mentores João Gilberto Veríssimo Barbosa Pereira e Paulo Henrique da Cruz.

O trabalho desenvolvido pela Sesi Smarteens consiste na criação de sistemas integrados ao robô EV3 (utilizado na competição). Os alunos do Sesi projetaram a conexão do robô com os smartphones por meio de conexão bluetooth, o que é algo inédito, segundo o mentor Paulo Henrique da Cruz.

“A conexão do EV3 com o smartphone é algo pioneiro. Não vimos algo assim em nenhuma competição em que participamos. A escola está confiante de que podemos conseguir a vaga no mundial e representar o Brasil na Hungria”, explica Paulo, que é Analista de Suporte em Informática no Sesi e Especialista em Dispositivos Móveis.

Estacionamento
O projeto do Estacionamento Inteligente conta com sensores instalados nas vagas e integrados a uma central de monitoramento que se comunica em tempo real com o aplicativo.

Ao chegar no estacionamento, o condutor para ao lado da tela com o aplicativo na entrada e visualiza as vagas. São três status diferentes: “disponível” (vaga livre, exibida na cor verde), “reservada” (vaga escolhida e selecionada pelo condutor, mostrada na cor azul) e “ocupada” (quando há veículo estacionado na vaga, exibida em vermelho).

O aplicativo foi desenvolvido para o sistema operacional Android, utilizando para isso ferramentas oficiais de desenvolvimento do Google, proprietário do sistema. São dois modos distintos, o modo “Cliente” e “Empresa”.

O modo Empresa pode ser utilizado por estacionamentos fechados, como em shoppings, podendo ser expansível para as vagas de áreas azuis e toda a cidade. Já o modo Cliente é voltado para todas as pessoas que utilizam smartphones, com o objetivo de simplificar e facilitar a busca e visualização de vagas para estacionar. O motorista pode reservar uma vaga antes mesmo de sair de casa e chegar ao estacionamento já sabendo o ponto onde parar o carro.

Painel
A proposta do outro aplicativo, o do Painel Integrador, é se conectar via bluetooth com um veículo inteligente que, ao chegar nos pontos com o painel, dispara um vídeo feito em libras com áudio e legenda, informando o itinerário do veículo a todos os usuários, incluindo pessoas com necessidades especiais.

O Painel Integrador também disponibilizaria serviços governamentais e não governamentais do interesse da população, como linhas de transportes, agendamentos de consultas e exames de saúde, programação de cinema, ofertas de supermercados e programação de eventos.

Segundo Paulo Cruz, após a participação na competição, os alunos e o Sesi irão buscar parcerias para a implantação dos aplicativos. “Não é um serviço caro e irá facilitar muito a vida das pessoas que utilizam estacionamentos ou buscam informações sobre a cidade. Nós iremos ofertar essa parceria para shoppings, empresas e o poder público”, afirma o mentor da equipe.