Início Cidade

Sem número suficiente de leitos, Araraquara pedirá ajuda a outras regiões

Municípios da região farão esforço para a ampliação de leitos de enfermaria e UTI, inclusive solicitando ajuda ao Governo Federal e ao Governo do Estado

404
“A situação é grave e toda a região está unida para salvar vidas”, declarou Edinho

Com os serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados) chegando à taxa de 100% de ocupação tanto de enfermaria quanto de UTI, novos leitos foram abertos em caráter de urgência. Mas com a demanda aumentando exponencialmente e a capacidade de atendimento ficando estrangulada, novas alternativas vão sendo avaliadas pela Prefeitura.

Eliana Honain, secretária municipal da Saúde, explica que, apesar de restarem ainda alguns leitos no Hospital de Campanha, Araraquara pedirá ajuda a outras regiões. O prefeito Edinho disse durante reunião online na tarde de domingo (14) que os municípios da região farão um esforço para a ampliação de leitos de enfermaria e UTI, inclusive solicitando ajuda ao Governo Federal e ao Governo do Estado. “A situação é grave e toda a região está unida para salvar vidas”, declarou.

Segundo o boletim do Comitê de Contingência do Coronavírus, o número de pacientes internados é de 197 pacientes nesta segunda-feira. Destes, 139 estão em enfermaria – 7  suspeitos e 132 confirmados. E 58 estão na UTI – 2 suspeitos e 56 confirmados. Do total de 197 internados, 160 são moradores de Araraquara e 37 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

Com mais duas mortes confirmadas nesta segunda-feira, o município chega a 148 óbitos decorrentes de Coronavírus. 

DECRETO

A principal alteração que o Decreto nº 12.485 traz é a restrição de circulação de veículos e de pessoas pelas ruas. Somente poderá circular quem trabalha em um serviço considerado essencial (como supermercados, farmácias, postos de combustíveis, entre outros, e quem for utilizar um desses serviços. O decreto entrou em vigor nesta segunda-feira (15) e tem efeito até o dia 1º de março. Equipes farão ações pelas ruas para a orientar sobre as novas medidas. 

Outra mudança é a proibição de que o comércio em geral utilize o sistema drive-thru. Somente estabelecimentos que já possuem essa estrutura física poderão continuar utilizando essa modalidade de venda, como é o caso de algumas redes de lanchonetes e pizzarias. A venda por delivery no setor de alimentação está liberada.

Enquanto Araraquara continuar na Fase Vermelha do Plano São Paulo, ficarão proibidos os atendimentos presenciais nos seguintes estabelecimentos: shopping centers, galerias e estabelecimentos congêneres; comércio e serviços em geral; bares e restaurantes; salões de beleza e barbearias; academias de esportes de todas as modalidades, centros de ginásticas e estabelecimentos congêneres; educação complementar não regulada; eventos, convenções e atividades culturais; e atividades de construção civil, incluídas as lojas de tintas e de materiais para construção.

Poderão funcionar, até as 20h, supermercados, hipermercados, açougues, padarias, feiras livres, cerealistas e congêneres. O consumo de gêneros alimentícios no local, no entanto, está proibido, e o estabelecimento deve estipular horário exclusivo para ingresso de idosos. Também podem funcionar até as 20h estabelecimentos de saúde animal, óticas (um cliente por vez) e indústrias, sendo que a lotação máxima dos veículos de transporte próprio de empregados deve ser de 30% e é preciso manter distanciamento de ao menos 3 metros entre um operário e outro na entrada e na saída da indústria.

Também poderão funcionar transportadoras, armazéns e oficinas de veículos automotores (com agendamento e portas mantidas fechadas) e atendimento ao público ou autoatendimento em agências bancárias, cooperativas de crédito ou estabelecimentos congêneres (filas com espaçamento de 3 metros e manutenção de empregado ou segurança durante toda a duração do atendimento).

Não há limitação de horário para o funcionamento de hospitais, clínicas, farmácias, lavanderias e serviços de limpeza. Postos de combustíveis poderão funcionar até as 19h, de segunda a sábado, sendo proibido o atendimento presencial ao público nas lojas de conveniência (exceto naquelas que comportem padarias).Supermercados, hipermercados e demais estabelecimentos de alimentação deverão distribuir senhas na entrada, permitir o ingresso de apenas uma pessoa por família e liberar a entrada de até 30% da capacidade total. (com Agência Brasil)