Início Cidade

Sobe para 25 os casos de corona monitorados pela Saúde em Araraquara

Comitê se preocupa com o avanço dos casos suspeitos e abre campo de batalha para lutar contra inimigo invisível no hospital de campanha que terá 50 leitos, sendo pelo menos 13 de UTI

139
Hospital de Campanha no antigo prédio da Nova Moto

O Comitê de Contingência do Coronavírus Araraquara, instituído por Decreto Municipal, se reuniu nesta quarta-feira, dia 25 de março, para novas deliberações sobre medidas de combate à transmissão do COVID-19 (Coronavírus).

O Comitê identificou a necessidade de ampliação do número de leitos de UTI e de observação no Município e a gestão municipal apresentou como proposta a implantação de um hospital de campanha na estrutura do imóvel da Nova Moto. Portanto, o imóvel abrigará, a médio prazo, um hospital de campanha com 50 leitos, sendo 37 leitos de observação e mais 13 leitos de UTI.

A UPA da Vila Xavier também será reorganizada para ser a unidade de saúde do município de atendimento exclusivo de eventos relacionados a síndromes gripais, com extensão de leitos de retaguarda instalados na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em frente à UPA. Dessa forma, os leitos de observação da UPA poderão ser transformados em leitos de UTI.

SOBRE PENALIDADES NO DESCUMPRIMENTO DO DECRETO QUE RECONHECE ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA NO MUNICÍPIO

Estão sujeitos à multa e cassação de alvará de funcionamento, os estabelecimentos comerciais e serviços considerados não essenciais à população de Araraquara, que descumprirem a determinação de suspensão do atendimento ao público.

A multa prevista é de 100 Unidades Fiscais do Município (UFMs), cujo valor atual é R$ 57,68 a unidade, podendo haver aumento dos valores em caso de reincidências. Além disso, eles poderão ter o alvará de funcionamento cassado.

A suspensão foi estabelecida no Decreto Nº 12.236, de 23 de março, que reconhece no município o estado de calamidade pública decorrente da pandemia do COVID-19.

Qualquer cidadão poderá realizar denúncia na Ouvidoria Geral do Município (Disque 156) e no canal telefônico da Guarda Civil Municipal (Disque 153).

CONTRATAÇÕES EMERGENCIAIS

A Prefeitura Municipal está instituindo o Programa “Araraquara contra o Coronavírus”, que vai criar empregos públicos temporários de apoiadores no combate ao COVID-19 I e II, sendo até 200 vagas cada um.

São contratações emergenciais de pessoal para criação de frentes de trabalho de limpeza do hospital de campanha para o COVID-19 que será implantado e também de frentes de trabalho de construção civil, além de outras atividades de apoio às ações das equipes do município no enfrentamento da pandemia, em conformidade com instruções do Comitê de Contingenciamento do Coronavírus de Araraquara.

O edital será divulgado nesta quinta-feira, dia 25 de março, nos atos oficiais do município. As inscrições serão gratuitas e realizadas através do telefone (16) 3301-5156, nos dias 26 e 27 de março, das 09:00 às 18:00. Mais informações no site da Prefeitura.

EDUCAÇÃO

A rede municipal de ensino doou 2.763 quilos de alimentos perecíveis à Coordenadoria de Segurança Alimentar, que realizou a distribuição dos hortifrutigranjeiros e laticínios doados entre 17 instituições sociais do município. Os hortifrutigranjeiros e laticínios foram recolhidos entre os dias 23 e 25 de março em unidades da Secretaria da Educação que permanecem com as aulas suspensas.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Considerando o período crítico pelo qual o país está passando devido a Covid-19, o Comitê de Contingência do Coronavírus, instituído pela Prefeitura de Araraquara, vem dialogando com o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae) a fim de garantir abastecimento de água a toda a população, colaborando, assim, com a devida higienização pessoal dos cidadãos e o combate à transmissão do vírus.

Desta forma, embora não haja nenhuma determinação oficial das agências reguladoras do serviço, o Comitê deliberou, juntamente com a autarquia municipal, que não haverá suspensão do fornecimento de água (o corte de água) para contribuintes em situação de alta vulnerabilidade social. O Daae ficará responsável por analisar cada situação por meio do seu Fundo Social.

A medida vem em conjunto com outras providências para atender a população, remotamente, por meio de telefones, e-mails e site com vistas a combater o Coronavírus, além de adequações internas do próprio órgão.

Para mais esclarecimentos, os contribuintes podem ligar para os telefones 0800 770 1595 (24 horas) e 3324 9507, 3324 9510, 3324 9956 (das 9h às 17h) ou entrar em contato por meio do e-mail [email protected]

SUSPEITOS

Segundo o Boletim de nª 10, expedido nesta quarta-feira (25), Araraquara contabiliza 30 casos notificados até o momento, sendo que, destes, 5 foram descartados (2 diagnosticados como Influeza, 2 negativos e 1 por critério clínico e nenhum confirmado).

No momento, 25 casos estão sendo monitorados e aguardando resultado de exames. Destes, 9 continuam internados. Os demais continuam sendo monitorados em suas residências, entre eles, 7 pessoas que estavam internadas e já receberam alta.

O Boletim n° 09, de terça-feira (24) tinha Araraquara contabilizando 22 casos notificados, sendo que, destes, 5 foram descartados (2 diagnosticados como Influeza), 2 negativos e 1 por critério clínico e nenhum confirmado. No momento, 17 casos estão sendo monitorados, aguardando resultados, e, destes, 7 estão internados, dizia a nota.

Como se observa em três dias os casos notificados subiram de 21 para 30; se na segunda-feira os casos monitorados eram 16, agora são 25, o que gera preocupação à Saúde Pública.

Já o Boletim de n° 08, emitido na segunda-feira (23) pelo Comitê apresentava: 21 casos notificados, sendo que, destes, 4 foram descartados (2 diagnosticados como Influeza) e  nenhum confirmado. No momento, 16 casos estão sendo monitorados, aguardando resultados, e, destes, 7 estão internados.

Informações oficiais também podem ser acessadas no site www.araraquara.sp.gov.br, bem como nas mídias sociais oficiais da Prefeitura.