Início Cidade

Vacinação nos primeiros meses de vida é a principal forma de prevenção da tuberculose

O recado é assinado pela cirurgiã torácica Dra Karin Franco Pinotti neste Dia Nacional de combate à doença (17/11)

20
A bactéria pode se espalhar pelo ar quando pessoas infectadas tossem, falam, cospem ou espirram

Doença infecciosa causada pelo bacilo Koch que afeta, com mais freqüência, os pulmões (mas também pode atingir outros órgãos e sistemas), a tuberculose acomete, anualmente, cerca de 70 mil brasileiros, vitimando em torno de 4,5 mil pessoas.

“A principal maneira de prevenir essa doença é aplicação da vacina BCG entre 0 e 4 meses de idade da criança, obrigatoriamente até o 1 ano de vida. Mantenha a carteira de imunização do seu filho (e a sua) sempre atualizada”, comenta a cirurgião torácica da Unimed Araraquara Dra. Karin Franco Pinotti neste Dia Nacional de Combate à Tuberculose (17/11).

Cerca de 10% das pessoas infectadas poderão desenvolver a forma ativa e contagiosa. As demais irão conviver com a bactéria, mas com possibilidade de transmissão. Os principais sintomas são: tosse por mais de três semanas, dor torácica, suor noturno, febre vespertina, dificuldade para respirar e fadiga.

A cirurgião torácica da Unimed Araraquara Dra. Karin Franco Pinotti. (Foto: Divulgação)

Segundo a Dra. Karin Franco Pinotti, essa bactéria pode se espalhar pelo ar quando pessoas infectadas tossem, falam, cospem ou espirram. “Vale ressaltar que a tuberculose é uma doença é cabível de prevenção através da vacina e curável por meio de um tratamento longo e cuidadoso”, finaliza.