Início Cultura e Lazer

Oficinas Culturais levam arte a espaços escolares no Mês da Consciência Negra

Capoeira, Hip Hop, Dança e Percussão Corporal estão na programação

14
A programação gratuita é destinada à comunidade escolar

O programa Oficinas Culturais, realizado pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, a partir desta semana realiza inserções artísticas relacionadas ao Mês da Consciência Negra em alguns espaços escolares da cidade. Capoeira, Hip Hop e Dança estão na programação.

Com apresentações, aulas abertas e bate-papo, as Oficinas Culturais levam a arte do povo negro para o ambiente escolar. Rafaella Pucca, coordenadora das oficinas Culturais, lembra que “o empoderamento das culturas negras nas Oficinas Culturais, com um acréscimo de contratação de educadores com forte engajamento, deve-se a ação de inserir no edital de seleção das Oficinas Culturais a referência: Ação e Promoção das Culturas Negras.”

Os educadores das Oficinas estarão: na Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira, na Vila Xavier; na EE Oacyr Antônio Ellero, no Parque São Paulo; e na da EMEF Olga Ferreira Campos, no Jardim Universal.

Na segunda, o programa teve início na Escola Municipal de Dança com o professor de Hip Hop, Ras Kemet, acompanhado por Vitor Silva e Giovana Oliveira, ambos do Coletivo Virando a Rua: houve roda de conversa e também apresentação de Slam – evento que reúne juventude, poesia autoral e performance em competições ou “batalhas” poéticas. O professor Eduardo Marçal também esteve presente na EMD com a oficina de Percussão Corporal.

Na terça (23), os alunos da EE Oacyr Antônio Ellero irão receber Ras Kemet para um bate-papo sobre Hip Hop. Por fim, no sábado (27), Mestre Toninho do Capoeira Pau Brasil, realiza apresentação e roda de Capoeira na EMEF Olga Ferreira Campos, no Jardim Universal. A programação gratuita é destinada à comunidade escolar, com exceção da capoeira no dia 27 que será aberta a todos interessados.