Início Cultura e Lazer

Programa Oficinas Culturais oferece conteúdos online

Por conta da pandemia que interrompeu aulas presenciais, alunos do projeto recebem aulas e dicas culturais pelo Facebook da Prefeitura

8

A exemplo de praticamente todas as cidades do planeta, a pandemia do novo coronavírus fez Araraquara interromper as atividades presenciais em vários setores, como nas secretarias municipais de Cultura e da Educação.

Por isso, a partir de reuniões realizadas de forma online entre agentes culturais da cidade, foram definidas novas ações para o programa do setor. Com isso, as Oficinas Culturais Municipais, ligadas à Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, ganharam outra dimensão.

Com a suspensão das aulas presenciais, os cerca de dois mil alunos inscritos nas Oficinas recebem conteúdos culturais online por meio do Facebook da Prefeitura. A partir de aulas online, o conteúdo também pode ser estendido a todas as pessoas da cidade interessadas em participar do programa, que atualmente disponibiliza 70 diferentes linguagens culturais.

São vídeos curtos que oferecem dicas com ideias sobre artesanato, violão (para quem tem o instrumento) e prática de canto, entre outras atividades, que podem ser desenvolvidas em casa, incluindo os familiares.

Segundo a coordenadora do programa Oficinas Culturais, Sabrina Kelly, pelo menos uma parte das 70 oficinas que seriam oferecidas este ano por 40 professores já é apresentada de forma online.

Durante entrevista ao programa ‘Canal Direto com a Prefeitura – Especial Coronavírus’, na sexta-feira (17), via Facebook da Prefeitura, Sabrina explicou que nas reuniões realizadas pelo WattsApp, os professores têm discutido essa forma de ação para a sequência do projeto.

“A proposta é levar, em breve, todas as linguagens disponíveis para as residências dos alunos”, reiterou Sabrina.

Vale destacar que através de vídeos-aulas produzidos pelos próprios professores, de cerca de vinte minutos cada, também serão incrementadas aulas de música e dança, de percussão, artes plásticas e artes visuais, entre outras.

Expansão

Outra proposta é disponibilizar a cada semana na página do YouTube da Prefeitura aulas das Oficinas Culturais para todas as pessoas da cidade.

Mesmo as que não estão inscritas no programa poderão participar, já que os vídeos trarão conteúdos didáticos também para iniciantes, segundo Sabrina.

Por esse formato, os participantes podem se utilizar do que já têm disponível em casa para montar um figurino, por exemplo, ou fazer de garrafas pet um instrumento de percussão.

Ainda de acordo com Sabrina Kelly, o formato virtual é um novo desafio para a Secretaria Municipal da Cultura, como o de levar a internet, em parceria com outras secretarias, para as pessoas que não dispõem de equipamentos de acesso às plataformas digitais nas várias regiões periféricas da cidade.