Início Cultura e Lazer

Projeto Férias é para Brincar termina nesta sexta-feira (28/01)

Atividades culturais e esportivas acontecem em diversos pontos da cidade e podem ser frequentadas por interessados com idade entre 5 e 16 anos

23
Mais informações no site da Prefeitura de Araraquara (www.araraquara.sp.gov.br).

O projeto Férias é para Brincar, iniciado no último 04 de janeiro, segue para a última semana de atividades, com término nesta sexta-feira, 28 de janeiro, atendendo crianças e jovens com idade entre 5 e 16 anos. Realizado pela Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria da Cultura e Fundart e da Secretaria dos Esportes e Lazer, o programa conta com diversas Oficinas Culturais na programação.

As atividades culturais e também esportivas são oferecidas em diversos pontos da cidade: Praça Scalamandré Sobrinho (Vila Ferroviária), CEU das Artes (Jardim São Rafael), Quilombo Rosa (EMEF Edmilson de Nola Sá/ Jardim Valle Verde), Área de Lazer Dirce Vintecinco (Jardim Del Rey), Salão de Eventos Chapolim (Hortênsias), Quadra do Residencial dos Oitis e Quadra do Altos do Pinheiro.

Rafaella Pucca, coordenadora do Programa Oficinas Culturais, lembra que os interessados ainda podem participar, pois não há necessidade de inscrição prévia: é só chegar! “Os espaços são abertos e seguimos todos os protocolos sanitários, sendo obrigatório o uso de máscaras, e as atividades acontecem de segunda à sexta-feira, das 10 às 12 horas e das 13h30 às 16h30”, explica.

As diversas Oficinas Culturais oferecidas no programa contam com um time de educadores para comandar as atividades. O educador André Peres, por exemplo, conta que está em um grupo com outros educadores e promovem diversas atividades ligadas ao universo da música.

Maculelê, viola e violão são alguns dos instrumentos que os participantes têm contato nas atividades a fim de começar a experiência de tocar algum instrumento. Além disso, ritmos tradicionais brasileiros são abordados em exercícios de percussão corporal e alguns instrumentos da capoeira, como o caxixi, também dão o tom das atividades.

“Tem sido muito gratificante, pois o público é bem variado. No Oitis, por exemplo, tem sido muito legal: as crianças e jovens têm um envolvimento muito grande com a programação”, conta André. Atividades lúdicas, com pintura e desenho, também estão no programa. André lembra que adivinhar músicas e cantar juntos também estão na preferência da galera.

A educadora Domênica Morvillo conta que o projeto Férias é para Brincar é um desafio muito gratificante, com espaços bastante movimentados e crianças cheias de energia. “Foi preciso muita criatividade, pois no início há dificuldade para as crianças aderirem às ideias e brincadeiras e trabalharem em equipe, mas uma vez que percebem que os colegas estão se divertindo, todos querem participar”, observa. “Vejo o projeto como fundamental para manter os espaços em movimento com atividades que envolvam as crianças com criatividade e imaginação”, conclui a educadora.