Home Destaques

Ação policial em condomínio residencial em Araraquara apreende de sacos e caixas de cocaína e maconha

A DISE, em informações atualizadas, anunciou na manhã desta quinta-feira a quantidade de drogas apreendidas na operação policial realizada nesta quarta; só de cocaína foram 10 k. O tráfico - armazenamento no condomínio - vinha sendo monitorado pela Polícia Civil.

275
Parte das drogas em sacos e também caixas de entorpecentes, maior parte cocaína

Ainda não se sabia ao certo a quantidade de drogas apreendidas neste final de tarde, começo de noite, de quarta-feira (23) em um condomínio residencial que fica na Avenida Santos Dumont, entre os bairros Jardim Martinez e Iolanda Ópice em Araraquara. Nessa região também fica o Aeroporto Bartolomeu de Gusmão.

As primeiras informações dão conta que os preparativos de acesso da polícia no local começaram ainda na parte da manhã. Foram criadas algumas estratégias para evitar que a operação fracassasse, daí os cuidados, pois em se tratando de um condomínio onde o acesso é controlado, a atenção teria que ser redobrada.

A Polícia Civil de Araraquara vinha monitorando há meses a movimentação dos traficantes naquela área, porém restavam alguns dados para possibilitar o encaixe das peças. Mas, na verdade, a investigação teria começado a partir de um aparelho celular que foi furtado em nossa cidade e os agentes passaram a fazer um acompanhamento.

Na semana passada, quando teria havido um novo descarregamento de entorpecentes a DISE/DIG decidiram acelerar as investigações.

Movimentação policial agora à noite nas proximidades do condomínio

Finalmente nesta quarta-feira (23) foi aberto o sinal verde e os agentes acabaram se unindo em uma operação de sucesso, marcada pela agilidade de todos. Várias viaturas foram ao local denunciado e monitorado pelas unidades policiais, ocorrendo a apreensão de uma enorme quantidade de drogas. No local também foram localizados outros apetrechos e também os insumos para o que a polícia chama de – potencialização dos efeitos dos entorpecentes.

Um homem de 27 anos, após a entrada dos policiais no condomínio se apresentou como morador tendo sido preso pelos agentes. Em seguida, segundo consta com mandado o local foi vasculhado e nele encontrada uma surpreendente quantidade de drogas como três tabletes, além de seis tijolos de maconha e material usado para ampliar o volume da droga.

O que surpreendeu foi a grande quantidade de eppendorfs ou pinos vazios (pinos), cerca de 100 mil unidades o que demonstra o lucrativo comércio do traficante que teve a presença do seu advogado ainda quando se encontrava na moradia.

Dada a quantidade houve o pedido de apoio para o encaminhamento de diversas viaturas para o início do transporte da carga que foi encaminhada à DISE/DIG na região da Vila Harmonia. O doutor Gustavo Maia comentou com a imprensa – que tão logo fossem concluídos os trabalhos no local (casa do traficante) prestaria informações sobre a operação, mas se sabe que o suposto criminoso já estaria autuado por Tráfico de Drogas e Receptação.

ATUALIZANDO INFORMAÇÕES

Nesta manhã de quinta-feira (23) autoridades da DISE informaram que o relatório sobre a apreensão de drogas  no condomínio residencial está sendo fechado com – 10 k de cocaína, 6 k de maconha, 4 munições intactas de .38, além de apetrechos normalmente usados no refilo ou preparo da droga, para comercialização e consumo.