Início Destaques

Acusado de assédio, professor teria pedido para criança ir de “shorts preto colado”

Em sala de aula, ele teria dito ainda que “o afro transava com a branca”, indicando o tamanho do pênis; caso está sendo investigado pela DDM

529
Caso segue sob investigação da DDM

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) está investigando um suposto caso de assédio sexual por parte de um professor de reforço do Caic do Selmi Dei, em Araraquara. A acusação foi feita na manhã desta quinta-feira (25) pela família de uma criança que estuda na unidade de ensino.

Segundo apurado, a menina de 10 anos entregou um bilhete para o padrasto e para a avó na noite de quarta-feira (24) contando que o professor de reforço teria sugerido que ela fosse à aula com um “shorts preto colado”.

Outras duas crianças que participavam da aula teriam presenciado o professor dizendo que “o afro transava com a branca”, indicando o tamanho do pênis. A família procurou conselho tutelar e recebeu a orientação de falar com a diretora da escola.

Revoltados com a situação, familiares teriam ido até o Caic para tirar satisfação com o educador. A polícia foi acionada e todos os envolvidos foram levados à delegacia. O professor foi conduzido a outra delegacia para ser ouvido.