Home Cidade

A que estão expostos em nossa cidade, os usuários do transporte coletivo feito pela Paraty: sim, ao vexame!

Unidos venceremos, Juntos seremos mais fortes, Um por todos todos por um, são temas proverbiais que deixam a Viação Paraty, responsável pelo transporte coletivo de Araraquara, num bico de sinuca, pois ônibus inadequados, caindo aos pedaços, sem revisão, circulam sem condições. Não é preciso nem prova, pois coitadas dessas mulheres.

96
Lastimável a irresponsabilidade de quem permite que ônibus nestas condições seja usado para o transporte coletivo

Usuário do transporte coletivo ao estampar nas redes sociais a foto de alguns passageiros empurrando o ônibus da Viação Paraty não se conteve – um dos maiores absurdos já vistos em Araraquara, ratificando a ausência de fiscalização sobre as condições dos veículos. A Prefeitura de Araraquara está de olhos vedados para os descasos, completou.

A ocorrência foi registrada por volta das 6h15 desta segunda-feira (30), quando o transporte coletivo é utilizado por trabalhadores que buscam às vezes chegar mais cedo no emprego. Desajeitado, o motorista, segundo consta teria dito – gente, o ônibus vai ter que pegar no tranco.

Os moradores do Jardim Indaiá e São Rafael compreenderam inicialmente a situação de cada um que precisava trabalhar, mas também levaram em conta o desespero do motorista que tinha o horário para cumprir.

Cinco mulheres se dispuseram em empurrar o coletivo, juntando-se então aos homens e ao lema “um por todos, todos por um (un pour tous, tous pour un) tradicionalmente associado com os heróis protagonistas do romance Os Três Mosqueteiros escrito por Alexandre Dumas e publicado inicialmente em 1844 mantendo-se atualizado.até hoje por conta da concessionária de transporte coletivo.

Nas redes sociais uma usuária do transporte coletivo comentou: “Pagamos uma passagem cara e não temos o retorno de um ônibus decente pra usar. É justo isso! Agora vai ficar pior né Paraty depois que vc assumiu todas as linhas prq é este tipo de ônibus que vcs põe a disposição da população”, disse. A empresa não se manifestou.