Home Destaques

Araraquara é alvo nesta segunda-feira da Operação Embuste

Uma das vítimas perdeu cerca de R$ 650 mil no ano passado; investigações começaram em outubro ocorrendo nesta segunda o seu desfecho.

374
Ação da Polícia Civil ocorre em várias cidades do interior, uma delas Araraquara

A Polícia Civil de Ribeirão Preto e de várias cidades do interior de São Paulo, incluindo a capital, está cumprindo nesta segunda-feira (10) pelo menos 28 mandados de prisão temporária e 35 mandados de busca e apreensão dentro de uma operação denominada – ‘Embuste’.

De acordo com as autoridades policiais os investigados são considerados suspeitos de prática dos crimes de estelionato e associação criminosa por meio de aplicativo de mensagens instantâneas. Tal ação já está sendo chamada de “golpe do número novo”.

A própria polícia começou investigar pessoas a partir de informações que uma vítima teria perdido até R$ 650 mil em transferências bancárias e PIX entre os dias 24 de setembro e 2 de outubro de 2021. O golpe foi caracterizado a partir do momento em que uma pessoa entrou em contato pelo WhatsApp dizendo que era seu irmão e que tinha mudado de número, o que já se tornou uma prática corriqueira.

O delegado Rodolfo Latif Sebba, em Ribeirão Preto assegurou nesta manhã que “foi avaliado, nesse caso, um prejuízo de aproximadamente R$ 650 mil para a vítima. Questionado sobre a forma do golpe e saída de valores das contas o delegado assegurou que ela chegou a realizar 28 transferências para diversas contas.

Mais adiante citou que dentre essas contas que ela fez transferência, a maioria das pessoas é da região de Ribeirão Preto.

O golpe na verdade funciona da seguinte forma: na conversa, o criminoso afirma que está com dificuldades de acesso em sua conta no banco e tem contas para pagar urgentemente.

As investigações feitas pela Polícia Civil apontam que “foram identificados correntistas que cederam suas contas bancárias para estelionatários e ainda colaboraram com o golpe, sacando ou transferindo o valor na mesma hora que recebiam. As investigações foram mais adiante e salientam que dando tudo certo aconteceria até mesmo uma bonificação.

A operação ocorre de forma simultânea em várias cidades do interior como Ribeirão Preto, Araraquara, Barretos, Bebedouro, Fernando Prestes, Caconde, Barrinha, Jardinópolis, Serra, Embú das Artes, Taboão da Serra e São Paulo.

MATÉRIA SEGUE EM ATUALIZAÇÃO