Início Cidade

Carreata marcou a criação do Hospital de Câncer de Araraquara nesta quinta-feira

Com uma carreata que saiu das proximidades da Toyota foi apresentado à população em trajeto até a Santa Casa, o novo Acelerador Linear a ser instalado na Nova Radioterapia do hospital, dando origem a criação do Hospital do Câncer de Araraquara.

227
Carreata saindo das proximidades da Toyota nesta manhã de quinta-feira para apresentar o aparelho à população

Com atenção ao crescimento do câncer no país e na região, a Santa Casa de Araraquara, que já é o hospital de referência e atende a 23 cidades, apostou na implementação do Hospital de Câncer de Araraquara. Mas, para isso, também terá que contar com o apoio de toda a sociedade para o sucesso deste novo projeto.

Segundo sua diretoria, são atendidos aqui anualmente cerca de 15.000 consultas oncológicas, 11.000 sessões de quimioterapia, e 14.000 sessões de radioterapia. E, dentre os principais tipos de cânceres tratados estão o câncer de mama, de próstata, pulmão, intestino, cabeça e pescoço. Há o relato de que “equipamento para Radioterapia que vem sendo usado é muito antigo e, durante o curso de 20 anos de funcionamento, gerou o impacto de, aproximadamente, 60 pacientes atendidos por dia e de 14.000 pacientes que passam em atendimento por ano”.

O aparelho foi descarregado na Santa Casa de Araraquara

A CRIAÇÃO DO HOSPITAL

Para o hospital enfrentar o desafio teve que elaborar um projeto onde consta como missão – a prevenção, o controle e o combate ao câncer. O equipamento que chegou nesta manhã a nossa cidade, incorpora um novo tipo de tratamento através da radioterapia com elétrons (Acelerador Linear Clinac CX) – oferecerá aumento significativo na qualidade do tratamento aos pacientes, ampliação para tratamento de outros tipos de cânceres que não são realizados pelo equipamento atual e aumento da capacidade de tratar um número maior de pacientes. Um verdadeiro hospital dotado de alta tecnologia.

A Santa Casa foi contemplada com o equipamento através do Plano de Expansão da Radioterapia do Ministério da Saúde. O programa visa ampliar a modernização de parques tecnológicos a partir da transferência de tecnologia em radioterapia. Enquanto o equipamento novo não chegava, a Santa Casa deu início a estruturação física e estruturação dos fluxos do serviço.

Foi necessário forte investimento na construção do novo prédio da radioterapia e da nova casamata (bunker), onde será instalado o novo acelerador linear. Isto só foi possível porque a Santa Casa contou com o valoroso apoio e parceria da Lupo, que investiu recursos na construção do novo prédio que será entregue para combater e tratar o câncer em Araraquara e região. A montagem do equipamento dará início logo na entrega, porém, passará por um complexo cronograma de montagem, instalação e validação por cerca de seis meses, com previsão de início da operação em março/2021, período que se fará necessário investir U$ 350 mil dólares para o upgrade do equipamento.

ASSISTA O INÍCIO DA CARREATA