Início Destaques

Criminosos usam nome de empresa de Araraquara para aplicar o “golpe do leilão”

Empresa falsa de leilões engana compradores de todo o Brasil; professor perdeu mais de R$ 41,6 mil

109
Caso foi registrado no Plantão Policial de Araraquara como estelionato

O “golpe do leilão” aplicado por criminosos utilizando indevidamente o nome de uma empresa de Araraquara fez mais uma vítima. Dessa vez quem caiu foi um professor de 47 anos, que perdeu R$ 41.689. Residente em Líder, distrito de São Paulo, a vítima acreditou estar comprando um carro da marca BMW de uma empresa de leilões de Araraquara.

Pesquisando na internet um veículo para adquirir, ele encontrou o site de leilões chamado Carmania Leilões, com sede em Araraquara. Fez o cadastro no site para participar dos leilões e recebeu dados da empresa e do leiloeiro.

O leilão do carro ocorreu entre os dias 5 e 12 de maio. Na manhã do dia 12, o falso leilão foi encerrado e o homem recebeu uma ligação informando que seu lance havia arrematado o carro, um BMW 220i branco, ano 2016,.

Os custos totais seriam de R$ 41.689 ( valor do veículo, taxas do leiloeiro, pátio e transporte). A falsa empresa disse que entregaria o veículo com documento em ordem. Um falso documento foi emitido com essas informações.

Ele recebeu um documento com as informações, termo de arrematação e dados bancários de uma agência de Guarujá-SP. No mesmo dia (12/5), ele transferiu o valor total e enviou o comprovante, recebendo um retorno da secretária, que atualizou os dados e disse que o veículo seria entregue em até 48 horas.

Mas quando chegou o dia da entrega do carro (14), ele foi bloqueado no whatsapp. Sem conseguir qualquer contato, buscou o endereço da empresa de leilões na internet e seguiu para Araraquara na terça-feira (08), com o objetivo de tirar a história a limpo.

Chegando em Araraquara, verificou os dois possíveis endereços que tinha em mãos. Um deles, onde seria o pátio de veículos, é o estacionamento do Daae, na Fonte Luminosa. No outro, funciona uma loja de venda de motos, chamada Carmania Motos, onde a proprietária informou que o nome da empresa estaria sendo usado para aplicar golpes. Ela acrescentou ainda que já fez boletim de ocorrência registrando um caso.

A vítima percebeu então que havia caído em um golpe. O caso foi registrado no Plantão Policial de Araraquara como estelionato.

NOME USADO INDEVIDAMENTE

A loja Carmania Motos já passou por essa situação anteriormente. Os golpistas utilizam nome, endereço e CNPJ da empresa. Com isso, os proprietários receberam muitas ligações e visitas de pessoas que foram lesadas no Brasil inteiro. Também já foram processados em três oportunidades por clientes que caíram no golpe do leilão falso.

O advogado Rafael Zaniolo Felício, 30, filho da proprietária da loja, já denunciou os sites e conseguiu tirá-los do ar. Nas redes sociais e nas páginas do Google, o advogado deixou comentários esclarecendo que os dados vêm sendo usados indevidamente. Nesse caso mais recente, os estelionatários utilizaram outro CNPJ.

Desde março deste ano, as informações da empresa de Araraquara vêm sendo utilizadas. Nos últimos três meses, 14 reclamações da Carmania Leilões foram feitas no site Reclame Aqui, de pessoas que caíram no golpe. Os criminosos trocam constantemente os dados da empresa, CNPJ e informações bancárias.