Início Destaques

Economia Solidária e Criativa tem último evento antes da Conferência Municipal

Live com o tema “A transversalidade temática e as múltiplas possibilidades da economia solidária, social e criativa” será realizada nesta quarta-feira

23
Esse será o último evento que prepara a cidade para a II Conferência Municipal de Economia Solidária e Criativa, marcada para os dias 17 e 18 de setembro

Nesta quarta-feira, 15 de setembro, às 19 horas, será realizada a mesa redonda com o tema “A transversalidade temática e as múltiplas possibilidades da economia solidária, social e criativa”, que será transmitida como uma live pela página da Prefeitura de Araraquara no Facebook. Esse será o último evento que prepara a cidade para a II Conferência Municipal de Economia Solidária e Criativa, marcada para os dias 17 e 18 de setembro, sexta e sábado desta semana.

A coordenadora executiva de Trabalho e Economia Criativa e Solidária de Araraquara, Camila Capacle, destaca a relevância do evento. “Essa live é muito importante porque através dela vamos debater a economia social, a economia solidária e a economia criativa em diálogo com diversos temas transversais como por exemplo a saúde mental, a inclusão produtiva e social, a questão de direitos humanos com recortes de gênero, de raça, de idade, geracional, LGBTQIA+, entre outras questões”, observa.

Para enriquecer as discussões, a mesa redonda contará com a participação de Flávia de Jesus Andrade, cientista social e gerente de qualificação profissional; Elaine Sudário Antão Campos, psicóloga, pós-graduada em neuropsicologia, terapeuta cognitivo-comportamental e psicóloga da Coordenadoria Executiva de Trabalho e Economia Criativa e Solidária; Alê Laurindo, cientista social, pós-graduanda em Gestão de Projetos Sociais e pós-graduanda em Serviço Social e Políticas Públicas, coordenadora executiva de Políticas Étnicos Raciais de Araraquara, gestora de projetos no terceiro setor e presidente do Conselho da União Afro Brasil (UAB); e Prof. Dr. Carlos Henrique Fonseca, coordenador executivo de Cultura, artista da cena e pesquisador em Literatura e Ciências Sociais.

Flávia de Jesus Andrade falou sobre a importância de realizar análises aprofundadas em torno dessas questões. “O debate sobre a economia solidária é sempre muito importante, não só nos momentos de crise econômica e social, mas como forma de fortalecer essa política pública tão importante para o desenvolvimento e inclusão social”, aponta.

Para o Prof. Dr. Carlos Henrique Fonseca, a discussão sobre a economia social e solidária e seus temas transversais é imprescindível, pois são ações e perspectivas que se somam para a diminuição das várias formas de discriminação e desigualdade. “Dois movimentos são muito importantes neste sentido: a integração de pessoas historicamente excluídas social e economicamente, e a superação de processos de estigmatização que muitas vezes afetam a dimensão da autoestima e autoconfiança, aspectos geralmente atingidos pela lógica capitalista. Trabalhando de forma solidária, nomeadamente através de cooperativas, ocorre a possibilidade de se ver enquanto parte de um grupo e atuar efetivamente nele. Temas transversais como o meio ambiente, a emancipação feminina, a luta antirracista, por exemplo, são perspectivas importantes nesta discussão”, justifica.

Neste ano, o tema da Conferência Municipal de Economia Solidária é: “O fortalecimento das economias solidária, criativa e social na geração de renda: formação de redes de produção, comercialização e consumo consciente”. A programação foi dividida em Ciclo de Economia Criativa, Ciclo de Economia Solidária e Ciclo de Economia Social e Temas Transversais.

A agenda é pensada e desenvolvida pela Comissão de Organização da II Conferência Municipal de Economia Solidária e Criativa, que conta com o trabalho da Secretaria Municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo – CETECS (Coordenadoria de Trabalho e de Economia Criativa e Solidária), Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular (Coordenadoria de Participação Popular) e Casa dos Conselhos Municipais. A conferência conta com suas inscrições abertas e os interessados devem acessar o link: bit.ly/economiasolidariacriativa.