Início Destaques

Entregador foge da PM, bate moto em árvore e morre. Família contesta versão policial.

Jovem de 23 anos ao avistar uma viatura da Polícia Militar empreendeu fuga e colidiu com a moto em uma árvore

160
Família diz que versão pode ser diferente daquela dada pela polícia

Nas primeiras horas da madrugada desta sexta-feira (5) o jovem Victor Hugo da Silva Nogueira, 23 anos, perdeu a vida após tentativa de fuga quando avistou uma viatura policial.

Militares patrulhavam o Jardim América, em Araraquara, quando visualizaram uma motocicleta de cor vermelha, parada na Avenida Santa Catarina, isto por volta de uma hora da madrugada. Percebendo que os militares fariam uma abordagem o jovem empreendeu fuga, e em alta velocidade passou por diversas ruas do bairro, colidindo em uma árvore, após ter cruzado um campinho de futebol.

Quando da abordagem o motociclista passou mal, sofrendo parada cardiorrespiratória. No local houve um atendimento sendo executado a manobra RCP (Ressuscitação Cardiopulmonar) e, a vítima já animada foi socorrida pelo Resgate do Corpo de Bombeiros e levada para o hospital Santa Casa, onde chegou a ser atendida mais faleceu.

No relatório policial consta que com ele, os policiais encontraram porções de cocaína, maconha, crack e uma porção também de LSD, além de certa quantia em dinheiro.

O patrão da vítima, familiares e moradores do bairro contestam essa versão. O patrão afirma que o jovem saiu para fazer uma entrega pouco antes da 1h da manhã e não voltou. Familiares e moradores do bairro afirmam que a vítima foi agredida pelos policiais e acabou asfixiado.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência e será investigado. Câmeras de monitoramento podem ajudar nas investigações.

Falando à nossa reportagem na manhã desta sexta-feira (5), acompanhando a questão burocrática do ocorrido, a mãe, antiga moradora da Vila Xavier, em nossa cidade, pedia por Justiça, afirmando que o filho era trabalhador e estava fazendo entrega de lanches.

O corpo logo cedo, do hospital foi para o IML e após os exames de praxe entregue à família para o funeral.