Home Cultura e Lazer

Fachada do Arquivo Histórico e do MIS ganha grafite do artista Murilo Bonet

Mural retrata os patronos do prédio, Professor Rodolpho Telarolli e Maestro José Tescari

108
Uma linda homenagem prestada pelo município a Telarolli e Tescari

Desde o final de 2020, o Arquivo Público Histórico Prof. Rodolpho Telarolli e o Museu da Imagem e do Som (MIS) Maestro José Tescari dividem o mesmo prédio. Agora, seus patronos compartilham o mesmo mural, na fachada do espaço localizado na Rua Gonçalves Dias, 1392, no Centro.

Feito pelo artista araraquarense Murilo Bonet a convite da Secretaria Municipal de Cultura, o grafite exposto na fachada traz os retratos em preto e branco de Rodolpho Telarolli e José Tescari, sinalizando o espaço que abriga dois importantes arquivos de Araraquara e reforçando o legado de dois nomes significativos na história da cidade.

“Pensamos numa intersecção de linguagens no espaço museológico com a sinalização do prédio e o grafite com o retrato dos dois patronos, pois é muito importante a gente dar nome às coisas, às ruas, aos prédios, e saber quem são essas pessoas”, explica o coordenador de Acervos e Patrimônio Histórico da Prefeitura, Weber Fonseca.

A secretária de Cultura, Teresa Telarolli, que é filha do patrono do Arquivo Público, ressalta a importância do grafite na fachada do espaço. “Além da beleza do resultado, destaco a inovação do formato, uma espécie de quebra de paradigma na comunicação visual de prédio público da Secretaria de Cultura”, afirma.

“Para mim é um orgulho fazer parte dessa mudança da história da cidade. E o preto e branco traz esse aspecto de nostalgia, do passado, que tem tudo a ver com o assunto”, conta Murilo Bonet.

HOMENAGEADOS

Professor aposentado da Unesp, Rodolpho Telarolli foi um grande defensor do patrimônio histórico e das causas ambientais. Pesquisador atento à história da cidade, foi responsável pela obtenção e pela conservação de importantes documentos do município, tendo lutado pela criação em Araraquara de um arquivo público histórico. Em abril de 2001, menos de dois meses antes de sua morte, o Arquivo Público Histórico de Araraquara foi criado pelo prefeito Edinho que, em um feito até então inédito (dar o nome de alguém vivo a um prédio municipal), batizou o espaço como Arquivo Público Histórico Prof. Rodolpho Telarolli.

Músico italiano radicado no Brasil, José Tescari fundou, em 1928, o Conservatório Dramático e Musical de Araraquara, uma das primeiras escolas do gênero no Estado. Em 1943, fundou a Orquestra Sinfônica de Araraquara e em 1947 o Quarteto de Cordas. Organista e regente da Igreja Matriz de São Bento, Igreja do Carmo e Igreja Santa Cruz, atuou também como diretor da pequena orquestra que se apresentava durante as exibições no Cine Bijou e Cine Polytheama, sonorizando com sua música as exibições do cinema mudo. O MIS, que homenageia o músico, foi criado em 2007.