Início Cidade

Força-Tarefa chega junto e devolve a paz aos moradores próximos da Uniara

Trabalho visando impedir fechamento da Carlos Gomes pelos estudantes da universidade e som exageradamente nas alturas surtiu efeito e deve continuar. Bares fecharam mais cedo e penalidades foram aplicadas.

246
Manifestações de apoio ao trabalho do grupo ocorreram nas redes sociais

A ação organizada na noite desta sexta-feira (15), desde 18h30, com o intuito de evitar aglomerações nas proximidades da Rua Carlos Gomes (Rua 6) com a Avenida Dom Pedro II, no Centro de Araraquara alcançou resultado positivo. O trabalho foi realizado de forma conjunta pela Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Fiscalização de Trânsito e fiscais da Vigilância Sanitária e Posturas.

Segundo o secretário municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública de Araraquara, Coronel João Alberto Nogueira Junior, a operação de fato tinha como objetivo evitar que os frequentadores dos bares daquela região ocupassem a via pública e também provocassem barulho, incomodando a vizinhança até altas horas. “O objetivo foi cobrar o respeito às regras sanitárias, a utilização de máscaras, que não ligassem o som de veículos às alturas, e que os estabelecimentos comerciais também respeitem as regras”, explicou.

Não é de hoje que estudantes da universidade que fica nas proximidades vêm causando desconforto à população chegando ao extremo do fechamento da Rua Carlos Gomes para ocupação do leito carroçável, impedindo a circulação normal dos veículos.

Um dia após a ação, a atitude do Coronel João Alberto Nogueira Júnior foi muito elogiada, primeiro pelos moradores que puderam dormir melhor e segundo pelos motoristas que puderam transitar de forma mais segura. Um deles chegou a comentar com o RCIA: “A gente estava vendo a hora de acontecer algo grave, uma tragédia, de alguém ir com o carro pra cima dos estudantes que ficam bebendo no meio da rua”, comentou.

Com o pulso firme da equipe de enfrentamento, os bares que ocupam aquela região próxima à Uniara foram fechados às 23h. Além disso, tivemos a aplicação de 22 multas de trânsito, quatro multas por falta do uso obrigatório de máscaras. Do relatório divulgado há também a indicação para que quatro estabelecimentos abordados se apresentem ao setor de Posturas do município.