Home Destaques

Fortalecida pelo Maio Amarelo estudante de 11 anos denuncia abusos sexuais cometidos pelo tio por 3 anos

Aluna assistiu palestra na escola e decidiu procurar a diretora para contar o drama de ser abusada pelo tio que também é padrinho.

1
Ladrão tentou escapar saltando e danificando telhados

Uma estudante de 11 anos de idade, motivada pela brilhante Palestra Maio Amarelo que aborda o abuso sexual de crianças e adolescentes, quis dar fim ao seu sofrimento e pressão de ameaças, procurando a diretora da unidade escolar e denunciando o tio/padrinho.

De acordo com as informações, a Escola de Matão realizou uma aula palestrando sobre Maio Amarelo, mês em que se comemora o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. 

Com as palavras da ministrante que deu segurança para a garotinha, ela tomou coragem e procurou a diretora da unidade escolar.

Policiais militares chegaram na escola e mantiveram contato com a diretora, que falou da aula sobre Maio Laranja.

Ela contou ainda aos militares que, após a palestra, uma aluna de 11 anos de idade a procurou e fez um desabafo de que estaria sofrendo abuso sexual do seu próprio tio, que também é padrinho.

Isso estaria acontecendo desde os 8 anos de idade, ou seja, há 3 anos ela estaria sendo abusada.

Para uma funcionária da unidade escolar, a quem tinha confiança, a vítima relatou mais detalhes do que estava ocorrendo com ela. 

A conselheira tutelar Ana Maria Inácio foi comunicada e solicitou um relatório do depoimento da garota, sendo requerida a presença do pai, de 40 anos de idade.

As partes foram apresentadas na Delegacia em Defesa da Mulher, ao delegado Francisco de Assis Pires de Andrade Martins, junto com a conselheira tutelar Ellen e a escrivã Marilia. (Maury Jr/Matão Urgente)