Home Destaques

Garota com deficiência mental estaria sofrendo abuso sexual do próprio pai

Caso revelado neste final de semana chocou a população da cidade de Matão; garota inclusive no passado teria dado à luz uma filha

28
Polícia Civil vai iniciar processo investigatório sobre o caso

A cabo feminina Roque e o soldado Borges compareceram no Hospital Carlos Fernando Malzoni em Matão, para registrar um caso de suposto estupro, onde uma garota de 25 anos estaria sofrendo há vários anos o abuso sexual do próprio pai, 69 anos e apresentava fissuras nos dois órgãos genitais.

Quando os policiais chegaram no Pronto Socorro, tiveram a informação de que havia uma moça, em que o exame médico constatou fissuras em seus órgãos genitais que indicariam estupro.

Foi feito contato com sua cuidadora e irmã, relatando que a vítima tem deficiência mental e já sofreu abuso sexual no passado e desse abuso deu luz à uma menina.

Segundo a irmã, foi realizado boletim de ocorrência na época, porém não sabe a resolução.

No laudo médico, consta que haviam fissuras em sua vagina e em seu ânus, que indicam algum tipo de abuso sexual.

Já o indivíduo, pai da garota, de 69 anos de idade, passou por exame de Corpo de Delito e foi apresentado ao delegado Alfredo Gagliano Júnior.

O investigador Toninho elaborou o boletim de ocorrência de natureza Estupro de Vulnerável, porém será aberto um inquérito policial para a apuração do crime.

Para preservar as partes envolvidas, e questões de ética, não estão sendo divulgados nomes e endereço dos envolvidos.