Início Cidade

HSP-Unimed Araraquara adquire equipamento de alta tecnologia para a Hemodinâmica

A partir de agora, exames de imagens cardiológicos e neurológicos dos pacientes feitos no hospital serão substituídos por novo um equipamento 3D que garante mais qualidade.

60
Equipe responsável pela Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do HSP

A cada dia a tecnologia avança e fornece ao atendimento à saúde novas possibilidades de tornar os diagnósticos ainda mais precisos. Pensando nisso, o Hospital São Paulo (HSP) – Unimed de Araraquara adquiriu para o setor de Hemodinâmica do hospital, em substituição a um antigo equipamento, um novo com tecnologia comprovada em imagens 3D de última geração para diagnósticos arteriais dos pacientes.

Com recursos que favorecem a qualidade da imagem com menor ingestão de dose de contraste pelo paciente, além de facilidades técnicas no manuseio e maior proteção radiológica tanto para pacientes como para profissionais da saúde que operam o sistema, o Artis One possibilita a aquisição de todas as angulações para o diagnóstico coronariano em um único exame, de forma a promover a melhor projeção para o tratamento de uma lesão.

O novo equipamento já está em operação e, nesta semana toda a equipe da Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do HSP recebeu treinamento para utilizar da melhor forma todos os recursos oferecidos pelo Artis One. O equipamento tem protocolos pré-estabelecidos para a realização dos mais diversos procedimentos como angioplastias coronárias, implantes de válvulas aórticas – TAVI, abordagens de aneurismas cerebrais, más formações arteriovenosas, tratamento de doenças da aorta, entre outros.

Segundo o responsável pela Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do HSP, o cardiologista João Oravio Junior, do ponto de vista clínico, essa tecnologia significa ter maior riqueza de imagens com uma qualidade bem melhor, de forma a possibilitar abordagens de casos mais complexos. “Os profissionais conseguem abordar casos mais graves com maior segurança para o paciente, além de reduzir a exposição à doses de emissão de raio X também usadas nesses equipamentos”, conta

Em termos de investimentos para a compra do novo equipamento, o presidente da Unimed de Araraquara, José Paulo Luz Lima fala em valores da ordem de 400 mil dólares, cerca de 2 milhões de reais. Luz Lima revela, no entanto, que houve uma intensa negociação até o preço final do equipamento que, inicialmente, custava 530 mil dólares. Com as negociações a Unimed de Araraquara conseguiu 25% de redução na aquisição.