Início Cidade

Idosa de 86 anos é a vítima mais recente da covid-19 em Araraquara

Foram registrados mais 21 casos de coronavírus neste sábado

38
Número de positivados fica abaixo dos 3% nas últimas 24h

Araraquara registrou neste sábado, mais 21 casos positivos de Coronavírus, o equivalente a 3,05% de 688 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e assintomáticos testados na busca ativa. Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual sobe para 9,6%, sendo 16 positivados de 166 amostras.

Em relação às testagens ampliadas de assintomáticos realizadas nos setores econômicos e sociais, na praça Santa Cruz e no Terminal Central de Integração, foram aplicados um total de 522 testes no dia 15 de outubro, com 5 positivados.

Portanto, agora Araraquara tem 30.542 casos confirmados de Covid-19.

Do total de confirmados, 77 permanecem em quarentena e 29.896 já saíram. Aguardam resultado de exames 119 amostras.

Para consultar o resultado de exames no site da Prefeitura, basta acessar o campo Resultados de Exames (COVID-19), preencher com o número do CPF ou do cartão SUS e aceitar o termo de confidencialidade das informações. O site também fornece as orientações de como agir, de acordo com o resultado do exame.

Hoje, 8 pacientes estão internados. Destes, 5 pacientes confirmados e 1 suspeito estão em enfermaria e 2 confirmados estão em UTI.

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 8% de leitos de enfermaria e 4% de UTI.

Hoje, o Hospital São Paulo não tem pacientes internados, o Hospital São Francisco tem 2 pacientes, o Hospital de Campanha tem 5 pacientes e o HEAB tem 1 paciente.

Todos os 8 pacientes internados são moradores de Araraquara.

Araraquara registrou, até o momento, 596 óbitos decorrentes de Covid-19. O óbito mais recente é de uma mulher idosa de 86 anos, com comorbidades, que estava internada em hospital da rede privada desde o dia 1º de setembro.

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.