Início Destaques

Indústria de transformação encerra o trimestre com queda, diz o Ciesp Araraquara

Pesquisa aponta retração de 0,7% entre janeiro e março de 2021 em comparação com o último trimestre do ano passado

30
O nível da atividade industrial, marcou 49 pontos em abril

As vendas reais da indústria paulista de transformação caíram 1,3% em março deste ano, quando comparadas com o mês anterior, conforme aponta o Levantamento de Conjuntura da Fiesp/Ciesp. Com esse resultado, as negociações do segmento no Estado encerram o 1º trimestre de 2021 com queda de 0,7% em relação ao último trimestre de 2020.

A regressão dos índices foi causada pelo agravamento da pandemia e também pelas novas medidas de isolamento social. Segundo o indicador, esse quadro se estendeu para o mês de abril, com o setor registrando baixo desempenho nas análises iniciais do período.

Já a pesquisa Sensor, também desenvolvida pela Fiesp/Ciesp e que indica o nível da atividade industrial, marcou 49 pontos em abril. Ainda de acordo com o estudo, essas condições de mercado estão abaixo do esperado e apontam leve recessão.

EMPREGO

Apesar do baixo resultado em vendas e atividades industriais, os indicadores de emprego revelam números positivos. Segundo o Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged), referente ao mês de março, a indústria de transformação paulista foi responsável por 12.257 contratações, com destaque para o setor de veículos, máquinas e equipamentos, entre outros.

Nas 17 cidades atendidas pela regional do Ciesp em Araraquara, a indústria de transformação gerou 270 novas oportunidades de emprego, aumento de 0,50% em comparação com fevereiro. Com isso, o estoque de trabalhadores ativos nesses municípios se manteve estável, com 54.550 contratados.