Início Destaques

Isolamento social em Araraquara subiu para 51%, mas ainda está longe do ideal

Os últimos números anunciados pelo SIMI nesta segunda-feira são referentes ao domingo e com meio-dia de lockdown. Observa-se que o isolamento subiu de 43% para 51%, porém longe do ideal. Expectativa é para o isolamento desta segunda que foi total e isso pesa para tirar Araraquara do silêncio.

193
Polícia Militar, Agentes de Trânsito e Vigilância Sanitárias forçando o isolamento social

Controlado pelo SIMI (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo) o índice de isolamento social no Estado apontou nesta segunda-feira (22) que Araraquara saiu do 49° lugar em que se encontrava no ranking e chegou a 20ª posição em apenas meio-dia de lockdown, cumprido a partir das 12h do último domingo.

Segundo o sistema que calcula a movimentação das pessoas pela cidade utilizando como meio de aferição o telefone celular, Araraquara saltou de 43% do sábado, quando houve aquela intensa correria aos supermercados e postos de gasolina por conta do abastecimento para 51%.Gráfico SIMI mostra a evolução do isolamento social em Araraquara

De acordo com os especialistas o índice isolamento social em nossa cidade está bem longo do ideal, que seria uma variável de 65% a 70%, como está atualmente o município de São Joaquim da Barra. Outra comparação é que municípios como São Carlos (50%), Jaú (51%) e Matão (48%) estão nesta segunda-feira com taxas idênticas ou piores que a de Araraquara, nem por isso enfrentam o lockdown.

A preocupação das autoridades da Saúde, no entanto está centrada no elevado número de casos diários que estaria sendo causado pela nova cepa (Manaus) em pelo menos 85% dos infectados pelo coronavírus, cuja doença atinge as pessoas de forma mais rápida e mais violenta.

Com meio dia de Lockdown (domingo) Araraquara saltou de 49° para 20° lugar

Os dados divulgados na noite desta segunda-feira (22) pelo SIMI apresentando os índices de isolamento social em Araraquara formam um dos quesitos da discussão que se processa na tarde desta terça-feira para se apontar a prorrogação do lockdown total ou simplesmente a permanência da Faixa Vermelha de acordo com o Plano São Paulo criado pelo Governo do Estado.

Neste caso, a permanência de Araraquara na Faixa Vermelha seria idêntica a de Barretos e Jaú, com quem o município se interliga através das suas delegacias regionais de Saúde. Todas fazem divisa, apenas Presidente Prudente que está um pouco mais distante. Ao todo são quatro as regiões que vivem momento mais crítico para atender os casos.

Expectativa fica voltada para esta terça-feira, final da tarde

Uma preocupação que surgiu nestes últimos dias atinge o setor industrial pois grandes empresas que tiveram funcionários afetados pela doença vivem o drama da superlotação dos hospitais. Normalmente, indústrias de porte mantém convênios com operadoras de planos de saúde e temem encontrar dificuldades para internações. Algumas já começam a criar estratégias para a transferência de empregados que venham a se contaminar. Neste caso o zelo é maior ainda pois uma contaminação em massa afetaria o processo industrial, como já ocorreu nos setores do comércio e serviços.

Esta também teria sido, segundo consta, uma das razões da implantação de medidas mais severas para conter a propagação do coronavírus em Araraquara. Cessar a atividade de toda cadeia econômica formada pelos três pilares seria extremamente ruim para a nossa cidade, comentam os especialistas.

Pandemia já preocupa um outro setor da economia, o da indústria

Por três dias seguidos – sexta, sábado e domingo – os índices de isolamento social subiram: 40%, 42% e 51%; a expectativa está por conta do índice que será divulgado nesta terça à tarde, tendo por base a circulação das pessoas um dia antes (segunda), primeiro dia efetivamente completo para análise.