Início Cidade

Larini lança livro que narra a história da Faculdade de Farmácia e Odontologia

Pesquisando de forma paciente por três anos, o professor Lourival Larini narra em livro a existência da Faculdade de Farmácia e Odontologia desde a fundação em 1924 como instituição privada e posteriormente sua estadualização em 1954. Neste período as duas faculdades formaram 1.224 profissionais entre farmacêuticos e cirurgiões dentistas.

973
Professor Lourival Larini em nossa redação fala do seu livro sobre a trajetória da Faculdade de Pharmacia e Odontologia

O escritor Lourival Larini esteve em nossa redação presenteando a Revista Comércio, Indústria e Agronegócio com uma edição do seu mais recente livro – Escola de Pharmacia e Odontologia de Araraquara, impresso pela Gráfica da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Campus de Araraquara.

O autor é natural de Cerqueira César e reside em Araraquara desde 1960, onde realizou seus estudos universitários e exerceu suas atividades profissionais como Professor Titular na Faculdade de Farmácia de Ciências Farmacêuticas da Unesp, sempre na área de Toxicologia (1966-1988). Foi também docente de Toxicologia e Química Farmacêutica, na Fundação Educacional de Barretos por 10 anos (2000-2010).

Larini narra uma pesquisa que levou três anos

Larini explica que como docente, priorizou as suas publicações na área de sua especialidade, sendo de sua autoria os livros: Toxicologia dos Inseticidas, Toxicologia, Toxicologia dos Praguicidas e Fármacos & Medicamentos, além de diversas publicações com outros autores. É também autor do romance Giulli, lançado em 2013.

Dentro da sua brilhante carreira profissional, Lourival Larini foi diretor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara – Unesp, no período de 1985-1988 e da Faculdade de Ciências de Bauru, também da Unesp, entre 1988-1989.

A HISTÓRIA DA FACULDADE DE FARMÁCIA

Larini conta que o trabalho que narra a história da Farmácia em Araraquara foi realizado na esperança de atingir um único e especial objetivo: que os alunos, farmacêuticos, cirurgiões-dentistas e professores, de ontem, de hoje e de amanhã, vejam, observem e admirem o trabalho inquebrantável, sofrido, mas persistente e incansável, de um pequeno grupo de professores, funcionários e outros, que tudo fizeram para manter a unidade, a consolidação e o progresso da Faculdade de Farmácia e Odontologia de Araraquara.

Essa luta, Larini se refere ao funcionamento da escola inicialmente como instituição privada, o que aconteceu a partir da sua fundação em 2 de fevereiro de 1923, sendo conhecida como Escola de Pharmacia e Odontologia. Depois ocorreu a sua estadualização em fevereiro de 1955, passando a ser Faculdade de Farmácia de Araraquara.

Foram 32 anos que merecem a exposição a todos que frequentaram esta instituição de ensino, e a ela devem um pouco de seus momentos felizes numa fase da vida marcante da formação da sua vida profissional, explica o escritor.

Dado interessante citado por ele é que funcionando no regime de inspeção estadual, de 1924 até 1931, diplomou esta faculdade 80 farmacêuticos e 79 cirurgiões dentistas; de 1932 até 1954, em regime de inspeção federal diplomou 290 farmacêuticos e 775 cirurgiões dentistas, num total de 1.224 diplomados.