Início Destaques

O maravilhoso legado deixado pela protetora de animais Isabel Rabitos em Araraquara

Cuidando as vezes de quase cem cães abandonados ou maltratados pelos seus tutores, Isabel Rabitos como ficou conhecida, colocava a vida em risco para cuidar da causa animal. Sua morte nesta semana foi lamentada nas redes sociais por centenas de pessoas pois viram desaparecer a protetora iluminada.

580
Isabel e o galinho que um dia foi sua paixão

Ainda repercute na cidade e nas redes sociais o falecimento de Isabel Cristina Brunelli de Souza ou Isabel Rabitos, ocorrido nesta semana em Araraquara. Ela era uma das mais nobres e respeitadas protetoras de animais e cujo nome entra para a história daqueles que decididamente vivem para os pets. Seu Projeto Rabitos era a inspiração para o trabalho ininterrupto que começava na madrugada e às vezes atravessava dias e noites.

Frases como “você fez tanto pelos bichinhos” ainda circulam, simbolizando a gratidão entre todos que reconhecem o valor do ser humano que se dedica a viver por uma causa. E Isabel, conta uma das suas amigas, fez tudo com muito respeito. Mary Lima, por exemplo, comenta o amor que a protetora tinha pelos seus filhinhos de quatro patas que ela sempre ajudou e defendeu dos maus tratos e do abandono.

Ela mostrava em seu semblante a importância dos animais no seu cotidiano

A vereadora Luna Meyer, também protetora, foi uma das primeiras a entender o papel de Isabel na sociedade animal – faremos de tudo para honrar seu legado, pautado na paz, na conversa e principalmente nos animais. Uma pessoa que pregou amor em todas suas espécies. Uma pessoa que tive o prazer de ajudar e ser ajudada por ela.

Zélia Silva, uma outra amiga, se espantou com a chegada da informação: “Que notícia triste, que falta ela fará, aos familiares e a todos animaizinhos que cuidava com tanto carinho . Descanse em paz Isabel, que você volte aos braços do pai pelo caminho de luz que sempre trilhou”, escreveu no facebook.

Seu sonho era o Projeto Rabitos que criou com tanto amor

Não estou acreditando, argumentou Malu Mendonça, ao saber da notícia. “Fará falta minha querida, você que sempre me ajudou com castração gratuita sendo tão prestativa. Deus a receba de braços abertos pois você merece a paz pela missão por aqui cumprida; perdemos uma grande protetora. Queria ter me despedido, mas receba minhas mais sinceras orações como gratidão!”

Andrezza Girotto, sua amiga, não esquece de alguns momentos difíceis vividos com Isabel: “Muitos animais você recolheu na sua casa, colocou o seu carro para recolher cachorros doentes, muitos nasceram nas suas mãos e também teve a vidinha ceifada por conta dos seus tutores irresponsáveis, bateu de frente com muita gente, comprou briga, quase muitas vezes colocando sua vida em risco ou mesmo – de apanhar para recolher um animal que estava sendo torturado pelos seus tutores.”

O apoio que recebia para cuidar dos “bichos”

O velório de Isabel ocorreu na Funerária Micelli e o sepultamento se deu no Cemitério dos Britos, no final da tarde de terça-feira (11), envolvido pelo sentimento de amor a uma criatura que deixou rastros pautados pelo trabalho, mas levando na bagagem as pegadas dos animais que sempre adorou, se tornando agora um espírito iluminado que haverá de brilhar em outros campos.